Notícias Celular

Câmera de 200 MP da Samsung será ideal para você tirar mais fotos de gatos

Para demonstrar sensor, Samsung imprime foto gigante de um gato após fazer a captura com uma câmera de 200 MP para celulares

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Se você tem gatos em casa, aposto que o seu celular está cheio de fotos dos bichanos. E não é para menos: parece que as câmeras de smartphones foram feitas só para retratar as sonecas fofas a vida de quem não tem boletos para pagar. Enquanto isso, a Samsung decidiu imprimir uma foto gigante de um gato para testar os limites do seu sensor fotográfico de 200 megapixels para dispositivos móveis.

Samsung usa sensor de 200 megapixels para celulares para tirar foto de gatos (Imagem: Divulgação/Samsung)
Samsung usa sensor de 200 megapixels para celulares para tirar foto de gatos (Imagem: Divulgação/Samsung)

O experimento foi conduzido para demonstrar as possibilidades que o sensor da linha Isocell oferece. Durante os testes, a Samsung utilizou o componente de 200 megapixels para registrar uma imagem gigante do felino. Além disso, a equipe por trás da captura calculou diversas variáveis para fazer a foto em um ambiente instável.

“Eles até construíram um adaptador personalizado para permitir que eles conectem várias lentes de câmera DSLR a uma placa de teste”, destacaram no comunicado à imprensa. No fim das contas, o grupo que participou do experimento achou que era mais importante capturar a cena nas mesmas condições em que os usuários de smartphones estariam. E foi aí que tudo começou.

Sim, a Samsung pendurou uma foto gigante de um gato em um prédio (Imagem: Divulgação)
Sim, a Samsung pendurou uma foto gigante de um gato em um prédio (Imagem: Divulgação)

A primeira imagem foi registrada com uma placa de teste, momento em que o fotógrafo ajustou a composição pela tela. Nos passos seguintes, as configurações foram ajustados pelos engenheiros para otimizar a exposição e o foco. “Depois de observar os movimentos do gato, a equipe de filmagem usou métodos diferentes para tirar uma série de fotos”, afirmaram.

O resultado foi uma imagem cheia de detalhes e com uma resolução gigantesca. Não à toa, a Samsung imprimiu uma foto com 28 metros de largura e 22 metros de largura, que foi pendurada em um prédio. E a melhor parte: era um registro gigantesco de um gato com cara de que foi acordado do seu precioso cochilinho. 

Não é fofo? 😻

Afinal, para que 200 megapixels?!

A resolução das câmeras de celulares não para de subir. Para se ter uma ideia, o Galaxy S22 Ultra traz um sensor principal de 108 megapixels. Agora, as fabricantes já pensam no lançamento de um celular com câmera de 200 megapixels, como o esperado Motorola Frontier, que tende a trazer o sensor Isocell HP1.

O sensor da Samsung foi anunciado em setembro do ano passado. Na época, o componente chamou a atenção devido à resolução, mas o seu principal proveito para o mundo real se encontra na tecnologia que unifica dezesseis pixels de 0,64 μm em um de 2,56 μm. Essa solução permite que o celular capture imagens de 12,5 megapixels com mais detalhes e uma sensibilidade maior à luz.

Afinal, sejamos sinceros: eu amo os meus gatos, mas não quero fotos em arquivos gigantescos ocupando todo o armazenamento do celular – já basta o meu coração. E o mesmo já acontece com as câmeras de 108 megapixels, que também oferece a solução para unificar pixels do Isocell HP1. Ou seja, não se trata de um incremento na resolução, mas na iluminação e nível de detalhes da imagem em si.

Samsung Isocell HP1 é capaz de juntar dezesseis pixels em um de 2,56 μm (Imagem: Reprodução/Samsung)
Samsung Isocell HP1 é capaz de juntar dezesseis pixels em um de 2,56 μm (Imagem: Reprodução/Samsung)

Por outro lado, a não ser que a fabricante coloque uma trava, isto não significa que você não poderá tirar fotos de 200 MP. Kaeul Lee e Minhyuk Lee, ambos da equipe de soluções de sensores da Samsung, ressaltaram que o benefício final do componente é permitir capturas de imagem que pode ser ampliada e cortada sem comprometer a qualidade. Lendo isso, me lembrei imediatamente do antigo Lumia 1020

E parece que os resultados são satisfatórios neste primeiro. Durante o experimento, o fotógrafo Hyunjoong Kim disse que ficou surpreso com o grau de detalhamento ao ver a imagem bruta ampliada em 100%. “Naquele momento, eu sabia que quaisquer preconceitos que eu tinha anteriormente em relação à fotografia de smartphone estavam errados”, comentou.

Mas é importante lembrar que a câmera não é feita apenas pelo sensor. Outros elementos, como a lente, também são de extrema importância para determinar a qualidade das fotos. O processador de imagem (ISP) também participa dessa conta.

Com informações: Samsung Newsroom

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque