Meta vai encerrar atualizações e suporte do primeiro Oculus Quest

Companhia confirma que usuários ainda poderão usar seus periféricos, mas que não devem esperar por novidades ou acessos sociais

Ricardo Syozi
Por

Lançado em 2018, o Oculus Quest prometia trazer a realidade virtual para a casa dos usuários. Contudo, a Meta anunciou que vai encerrar todo o suporte ao periférico até 2024. Em um e-mail enviado para a comunidade, a empresa apontou que não lançará novos recursos e que removerá o acesso à parte social do Meta Horizon Home.

Oculus Quest
O primeiro modelo do Oculus Quest (Imagem: Divulgação / Meta)

O e-mail descoberto pelo Upload VR traz o assunto: “Mudanças futuras para o Quest 1” e chegou às caixas de entrada dos usuários na segunda-feira (9). A mensagem exalta e agradece a comunidade que ajudou a “impulsionar a realidade virtual”. Em seguida, fala do futuro e promete continuar apoiando o acessório, mas com algumas mudanças.

E elas não são lá muito agradáveis.

Primeiramente, a Meta afirma que as pessoas ainda poderão usar o Quest 1 e os aplicativos que possui. Entretanto, ela diz que não vai mais lançar novos recursos para o gadget. Além disso, não será mais possível criar ou entrar em alguma party pelo periférico.

Os usuários que usam o Meta Horizon Home vão perder o acesso à todas as ferramentas sociais no dia 5 de março de 2023. Ou seja, ninguém conseguirá visitar a casa de outra pessoa ou receber visitantes em seu próprio lar virtual.

Por fim, a dona do Facebook afirmou que manterá atualizações de sistema para consertar bugs críticos até 2024.

É normal uma empresa parar de oferecer suporte para seus produtos com o passar do tempo, mas sempre há os órfãos que ficam chateados com a situação. Com certeza, o Oculus Quest 1 não é uma exceção.

Oculus Quest 1
Oculus Quest 1 (Imagem: Divulgação / Meta)

Primeiro Quest foi superado em menos de dois anos

O anúncio do Oculus Quest ocorreu em 2018, mas ele só chegou às lojas em 2019. A tecnologia chamava a atenção ao não depender de um dispositivo externo para as atividades. Outra novidade interessante foi o fato do gadget trazer quatro sensores ultra-grande-angulares, que conseguiam acompanhar os movimentos do usuário sem precisar de câmeras externas.

No entanto, em setembro de 2019, menos de dois anos depois, a Meta (ainda chamada de Facebook) anunciou o lançamento do Oculus Quest 2. O periférico tem taxa de atualização de 90 Hz, usa a plataforma Snapdragon XR2 da Qualcomm e tem suporte a Wi-Fi 6. Ademais, ele tem 6 GB de RAM.

Ao que tudo indica, a companhia de Mark Zuckerberg usou tanto o Oculus Rift quanto o Oculus Quest como testes para o produto de melhor qualidade, o Quest 2. Seja como for, muitos já esperam pelo iminente anúncio e lançamento do terceiro modelo, que deverá se chamar Meta Quest 3.

Relacionados

Relacionados