Bluesky bate mais um recorde após Musk considerar cobrança no X/Twitter

Bluesky passa de 500 mil usuários ativos pela primeira vez em sua história. Rede social foi idealizada por Jack Dorsey e ainda está em fase beta.

Giovanni Santa Rosa
Por
Ícones do Bluesky e do X/Twitter no celular
Bluesky cresce, mas ainda é muito menor que o X (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

Desde que Elon Musk comprou o X (então chamado Twitter) e fez mudanças consideráveis na rede, outras plataformas disputam quem vai receber os usuários que desejam “se mudar”. Além de Mastodon e Threads, o Bluesky está no páreo. A rede bateu recorde de usuários ativos na última segunda (18), após Musk ventilar a possibilidade de cobrar pelo acesso ao X.

A análise foi feita pela empresa Similarweb. Os números indicam que o app do Bluesky para Android passou de meio milhão de usuários ativos no dia 18 de setembro de 2023, atingindo seu recorde. No mesmo dia, Musk havia comentado, em uma live, os planos de cobrar os usuários do X/Twitter.

Esta foi a segunda marca histórica alcançada pela rede na semana. Segundo o Mashable, um levantamento feito pelo site independente Bluesky Stats mostra que a rede teve mais de 53 mil cadastros no dia 19 de setembro, quebrando seu recorde. O número vinha oscilando entre 10 mil e 20 mil.

O site do Bluesky (bsky.app) também teve uma alta expressiva. Foram 775 mil visitantes diários, 30% a mais que o dia anterior. O recorde continua sendo do dia 1º de julho, quando a página bateu a marca de 811 mil visitantes. Naquele dia, o X/Twitter impôs um limite de visualização de posts.

Bluesky ainda é pequeno perto do X/Twitter e do Threads

Por mais que os dados indiquem uma tendência de crescimento do Bluesky, os números absolutos da rede ainda são muito baixos.

Enquanto o recorde de usuários diários do Bluesky está nos já mencionados 500 mil usuários, a estimativa é que o X tenha cerca de 200 milhões de usuários ativos diariamente. Ou seja, o Bluesky está longe de chegar a 1% dessa marca.

O número é pequeno também em relação ao Threads, da Meta. Mesmo com uma queda enorme desde o lançamento, a rede de texto baseada no Instagram continua na casa dos 10 milhões de usuários ativos diariamente.

Rede ainda está em fase beta

O Bluesky foi idealizado por Jack Dorsey, quando ele ainda era CEO do Twitter. A rede usa um protocolo descentralizado que, futuramente, poderá se comunicar com outras plataformas.

Por enquanto, é necessário conseguir um código de convite para criar sua conta no Bluesky. O aplicativo ainda está em fase beta e não tem recursos importantes, como mensagens diretas e opção para deixar seu perfil fechado.

Com informações: TechCrunch, Mashable

Relacionados