Galaxy Watch 5 já pode ser usado para monitorar ciclo menstural em 32 países

Recurso foi anunciado em fevereiro, mas precisava de aprovação de órgãos públicos de saúde; monitoramento ainda não está disponível no Brasil

Felipe Freitas
Por
Galaxy Watch 5
Galaxy Watch 5 traz nova funcionalidade para o seu sensor de temperatura (Imagem: Divulgação/Samsung)

Oito meses após o seu lançamento, os Galaxy Watch 5 e Watch 5 Pro recebem um novo recurso. Agora, as usuárias do smartwatch da Samsung poderão monitorar o seu clico menstrual, graças a parceria da fabricante com o aplicativo Natural Cycles. A ferramenta foi anunciada em fevereiro, mas a Samsung teve que aguardar a aprovação de órgãos reguladores.

A empresa recebeu o “sinal verde” das agências de saúde da Coreia do Sul, Estados Unidos e da União Europeia (EU). Os dois países e nações integrantes da EU serão os primeiros a receber o recurso. Contudo, é possível imaginar que a Samsung quer liberar o aplicativo em todos os países onde atual. Afinal, não é interessante para a marca deixar um recurso “geolocalizado”.

Parceria estreia Natural Cycles em smartwatch

Como revelou a Samsung em seu site oficial, o lançamento do recurso marca a primeira vez em que o Natural Cycles é adaptado para um smartwatch. O sensor de temperatura do Galaxy Watch utiliza tecnologia de infravermelho para as suas medições. Esse método é mais preciso em registrar a temperatura corporal, o que promete mais precisão no monitoramento do ciclo menstrual.

A medição de temperatura também acontecerá automaticamente. Com esse registro somado aos dados incluídos sobre o calendário menstrual, o algoritmo da Natural Cycles entrega para a usuária quando iniciará o seu próximo ciclo. O recurso está disponível no app Samsung Health.

Recurso é acessado através do Samsung Health (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Recurso é acessado através do Samsung Health (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Segundo a Samsung, os dados são criptografados e armazenados diretamente no smartwatch. Assim, a fabricante tenta resolver um dos possíveis problemas do uso desses aplicativos: vazamento de dados.

O recurso para monitorar ciclo menstrual está cada vez mais presente nos smartwatch e smartbands. No ano passado, a Apple divulgou que o Apple Watch Series 8 terá suporte para a ferramenta. A Redmi Smart Band 2, da Xiaomi, também tem um aplicativo para monitorar o ciclo menstrual.

Com informações: 9to5Google e AndroidAuthority

Relacionados