Android 15: Google anuncia detecção de roubo e pasta secreta para apps

Celulares com Android 10 ou posterior terão bloqueio automático de tela em caso de roubo. Trava remota também é anunciada durante Google I/O 2024.

Giovanni Santa Rosa
Por
• Atualizado há 1 semana
Ilustração com um celular e um cadeado
Google anuncia novas ferramentas para proteção de celular roubado no I/O 2024 (Imagem: Divulgação/Google)
Resumo
  • No evento Google I/O 2024, o Google anunciou novas ferramentas de segurança para o Android 15, incluindo a detecção de roubo, que bloqueia a tela do aparelho se for tirado da mão do usuário, e a Remote Lock, permitindo bloquear o dispositivo roubado apenas com o número de telefone cadastrado.
  • O Android 15 também introduzirá o “private space”, um cofre para aplicativos selecionados que exigirá autenticação biométrica ou senha para abrir, oferecendo proteção adicional para dados pessoais e financeiros.
  • Além dos recursos de segurança, outras novidades do Android 15 incluem a capacidade da Carteira do Google de armazenar qualquer tipo de cartão com uma foto, o uso de IA na Google TV para recomendações de filmes e programas, e um Wear OS 5 com consumo de energia 20% menor durante atividades físicas.

O Google anunciou mais novidades que estarão no Android 15, previsto para ser lançado no segundo semestre de 2024. Dois recursos de segurança chamam a atenção: uma ferramenta para detectar se seu celular foi roubado e uma área separada para aplicativos com dados sensíveis.

O anúncio foi feito durante o evento Google I/O 2024, que ocorre nesta semana nos Estados Unidos. Na mesma ocasião, a empresa revelou a nova geração do Gemini e diversas ferramentas de inteligência artificial generativa, uma versão do Gemini Nano no desktop e uma função para detectar ligações telefônicas fraudulentas.

Detecção de roubo

Tela de configuração da detecção de roubo do Android
Quando ativada, proteção contra roubo bloqueia a tela do aparelho, se ele for tirado da sua mão (Imagem: Reprodução / Google)

Com a nova ferramenta de detecção, caso alguém pegue seu smartphone e fuja correndo, de bicicleta ou de carro, o Android entende isso como roubo e ativa o bloqueio de tela. Essa proteção também é ligada se o ladrão desativar a internet ou errar muitas tentativas de desbloquear o aparelho.

Outra novidade é a Remote Lock, ou “trava remota”, em tradução livre. Com ela, será possível bloquear um aparelho roubado informando apenas o número de telefone cadastrado e cumprindo um desafio de segurança, sem precisar fazer login com sua conta do Google.

Apesar de serem anunciadas com o Android 15, essas proteções contra roubo estarão disponíveis ainda este ano para todos os aparelhos com Android 10 ou mais recente, por meio de uma atualização do Google Play Services.

Android 15 vai proteger apps e configurações

Demonstração do espaço privado do Android 15: o usuário toca na parte de baixo da gaveta de aplicativos, desbloqueia o celular com a digital e tem acesso aos apps escondidos
Apps escolhidos só poderão ser abertos com autenticação (Imagem: Reprodução / Google)

A versão mais recente do sistema terá outros recursos para proteger dados pessoais e financeiros. Um deles é o “private space”, ou “espaço privado”, em tradução livre. Ele funciona como um cofre para aplicativos selecionados, exigindo autenticação biométrica ou uma senha para abrir.

Fabricantes e desenvolvedores independentes já tinham soluções do tipo — a Pasta Segura da Samsung talvez seja o exemplo mais famoso. A diferença é que a proteção passará a ser nativa do Android.

Além da detecção de roubo e do espaço privado, o Android 15 terá outros recursos dedicados à segurança:

  • O smartphone só poderá ser resetado com a senha do aparelho ou da conta do Google.
  • Desativar o Encontre Meu Dispositivo ou mudar o tempo para a tela desligar também só será possível com autenticação biométrica ou senha.
  • Algumas configurações da conta do Google ou de segurança só poderão ser acessadas com autenticação biométrica.

A proteção contra redefinição será parte do Android 15, mas as demais estarão disponíveis inicialmente apenas para aparelhos selecionados.

Outros recursos do Android 15

Nem só de segurança viverá a próxima versão do sistema operacional do Google para smartphones. A empresa anunciou mais novidades.

  • A Carteira do Google será capaz de armazenar qualquer tipo de cartão ou carteirinha — basta tirar uma foto com a câmera.
  • Carros com Android nativo poderão usar apps de streaming, como a Max, e jogos, como Angry Birds.
  • A Google TV usará IA para recomendar filmes e programas.
  • O Wear OS 5 promete um consumo de energia 20% menor durante atividades físicas.

No vídeo abaixo, confira resumo dos recursos de segurança anunciados no Google I/O

Com informações: Google (1/2)

Receba mais sobre Google na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados