iPhone com IA: Apple e Google podem fechar parceria para usar Gemini

iPhone deve deixar tarefas de inteligência artificial mais pesadas, como gerar textos e imagens, a cargo de empresa parceira

Giovanni Santa Rosa
Por
Tela iPhone 15 Pro Max
iOS 18 deve contar com novidades de IA (Imagem: Thássius Veloso / Tecnoblog)

Os iPhones poderão contar com recursos de inteligência artificial baseados nos modelos Gemini, do Google. Segundo fontes familiarizadas com o assunto, a Apple conversa com a gigante das buscas para fechar uma parceria e colocar ferramentas de IA mais avançadas no iOS.

De acordo com uma reportagem da Bloomberg, a Apple trabalha em seus próprios modelos de IA, mas eles se concentram em recursos que rodam nos próprios aparelhos. Funções mais avançadas, como criar imagens ou gerar textos, poderão ser executadas na nuvem, usando os modelos de alguma empresa parceira.

GIF mostra app oficial do Google no iPhone
Atualmente, Gemini tem aba no aplicativo do Google para iPhone (Imagem: Divulgação/Google)

Como lembra a reportagem, a Apple estaria desenvolvendo seu próprio modelo de linguagem de larga escala (LLM, em inglês), nome dado às tecnologias que usam inteligência artificial para entender e escrever textos. Ele teria o codinome de Ajax e estaria sendo testado por funcionários em um chatbot apelidado Apple GPT.

O desempenho, porém, estaria abaixo da concorrência — fazer uma parceria, aparentemente, é uma solução mais viável. Antes de falar com o Google, a Apple conversou com a OpenAI.

Mesmo que Apple e Google fechem uma parceria, é improvável que ela seja anunciada na próxima convenção para desenvolvedores WWDC. O evento tradicionalmente acontece em junho e traz o anúncio das novas versões de sistemas operacionais produtos da marca. O iOS 18 só deve ter mesmo recursos desenvolvidos pela própria empresa.

Samsung já usa Gemini, e Apple e Google tem parceria na busca

Caso se torne realidade, o contrato pode ser outra importante vitória do Google no terreno da IA generativa. Antes da Apple, a Samsung anunciou o Galaxy AI no Galaxy S24, que usa o Gemini Pro e o Imagen 2 na nuvem do Google.

Apple e Google já têm alguns relacionamentos. Um dos principais é o acordo em que o Google paga bilhões de dólares para ser o mecanismo padrão de pesquisa nos produtos da Apple. Este contrato esteve na mira de autoridades dos Estados Unidos, que acreditam que ele pode ser uma forma de sufocar a concorrência.

Com informações: Bloomberg, TechCrunch

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados