TikTok testa vídeos de 60 minutos para competir com YouTube

Novo limite ficou disponível para alguns criadores, mas TikTok não prevê liberar vídeos de uma hora para todos os usuários

Lucas Braga
Por
TikTok
TikTok liberou envios de até uma hora para criadores (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O TikTok nasceu como uma plataforma voltada para vídeos curtos, mas com o passar do tempo os limites de duração foram se afrouxando. Para tentar competir com o YouTube, a rede social liberou para alguns criadores de conteúdo a possibilidade de enviar vídeos com até 60 minutos de extensão.

O novo limite não está disponível para todos, mas alguns usuários ganharam a permissão para fazer upload de até uma hora de conteúdo. A medida deve facilitar o trabalho de criadores de conteúdo que acabam dividindo um vídeo em várias partes.

Post by @mattnavarra
View on Threads

Ao TechCrunch, o TikTok afirma não ter planos imediatos para liberar os vídeos de 60 minutos de forma ampla. Ainda assim, a plataforma aposta nos vídeos extensos para novos tipos de conteúdo, como demonstrações culinárias, tutoriais de beleza, esquetes de humor e vídeos educacionais.

Uma tentativa para competir com o YouTube

Ainda que o TikTok tenha extrema relevância no mercado, a principal plataforma para vídeos longos continua sendo o YouTube. O serviço do Google conta com envios de múltiplas horas — um dos vídeos mais longos chega a 36 horas de duração.

Ao estender o limite de tempo, o TikTok passa a competir ainda mais com o YouTube. Isso permite que canais de TV publiquem episódios inteiros de um programa, por exemplo — algo que já acontece na rede social, mas dividido em várias partes de 10 minutos.

O TikTok também pode atrair criadores que já produzem vídeos para o YouTube, mesmo que seja para fazer o upload do mesmo conteúdo. Dessa forma, mais pessoas poderiam ser impactadas, ampliando a audiência existente.

Talvez os usuários estranhem vídeos muito longos no TikTok, que tem foco em conteúdos curtos e verticais. Para isso, a rede social implementou um novo modo de tela cheia horizontal, ficando mais próximo do YouTube.

App do TikTok (Imagem: Cottonbro/Pexels)
App do TikTok está preparado para funcionar com vídeos horizontais (Imagem: Cottonbro/Pexels)

Vale lembrar que o app do TikTok também está disponível em algumas plataformas de smart TV, e pode ser acessado no computador normalmente por um navegador web ou pelo app para Windows. Isso pode facilitar a adesão dos vídeos longos, especialmente para quem consome esse tipo de conteúdo em telas grandes.

O movimento do TikTok é curioso por se tratar de algo inverso ao que ocorre no mercado. Enquanto a rede social tenta se aproximar do formato do YouTube, o serviço do Google lançou o YouTube Shorts, com vídeos verticais de até 60 segundos — formato muito similar ao do aplicativo chinês.

Relacionados