Início » Computador » Intel lança processadores Ivy Bridge mais baratos

Intel lança processadores Ivy Bridge mais baratos

Paulo Higa Por

Sem muito alarde, a Intel lançou oito novos modelos de processadores baseados na microarquitetura Ivy Bridge, que foi anunciada em abril de 2012 e até então estava restrita a família Core. Os preços sugeridos dos novos processadores começam a partir de US$ 42. E olha só: as velhas marcas Celeron e Pentium continuam sendo usadas.

Todos os processadores possuem dois núcleos físicos e gráficos integrados da Intel. Eles possuem socket LGA 1155, que é o mesmo dos outros chips Ivy Bridge voltados para o usuário médio. Os modelos com a letra T funcionam com frequências menores e consomem menos energia. As especificações completas, reunidas pelo CPU World, são as seguintes:

specs-pentium-celeron-ivy-bridge

O Celeron G1610 é um dual-core de 2,6 GHz que custa só US$ 42, mas é bem competente. Nos benchmarks do PassMark, ele conseguiu um desempenho equivalente a um Core i3 de segunda geração e um AMD Phenom II X3. O mais caro é o Core i3-3210 (US$ 117), que trabalha a 3,2 GHz assim como o Pentium G2130 (US$ 86), mas tem Hyper Threading e um chip gráfico melhor.

Os novos processadores estão disponíveis para venda nos EUA e devem chegar em breve ao Brasil. É claro que eles não são nenhum primor em desempenho, mas são mais que suficientes para tarefas básicas — e por um preço acessível.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ricardo Dias Martins
Tenho um Dell Vostro 3460 com um i5 3230M Ivy Bridge 2,60MHz que chega a 3,20MHz via Turbo Boost. Estou procurando um i7 que se encaixe no mesmo Socket 988B rPGA para ver se melhora a performance. Estou pensando em um i7 3540M mas não consigo encontrar aqui no Brasil! Alguma sugestão?
Thanara Corrêa
E a terceira geração agora que está chegando nos notebooks brasileiros.
Patrik N. Lançoni
Pior que ele realmente comparou arquiteturas diferentes, e comparou processador de smartphone com desktop. "Engraçado como processadores da intel não são iguais a smartphones. Por exemplo: meu Galaxy Nexus tem specs próximas a de um low end de hoje, enquanto que meu i5 2410M de segunda geração que possui uma certa idade dá um banho nesses novos low ends."
Lucas Módena
Eu entendi o que ele quis dizer. Apenas que a relação entre tempo e defasagem é muito maior em smartphones do que nesses processadores intel. No mesmo tempo que o processador do smartphone dele ficou pra trás, o do PC dele ainda tinha muita lenha pra queimar. Mas isso é pq os processadores ARM começaram a ser desenvolvidos e pesquisados a fundo há pouco tempo, e as empresas ainda tão pirando em cima deles, hehehe. Espero que em breve caia o ritmo, pq tá tenso acompanhar...
Felipe Rodrigues
Acho que ele não está comparando as duas arquiteturas. Ele quiz comparar o i5 2410M com esses low-ends lançados pela intel... Não faz nem sentido comparar o Smartphone com Desktop.
TaylerPadilha
Você quer comparar duas arquiteturas incomparáveis.
Daniel Seretchuck
clock alto necessáriamente não significa ser mais veloz ou processar mais. depende do tipo de construção do processador e qual sua finalidade. e não se pode comparar processadores de celular com processadores para desktop, assim como não se compara desktop com servidor... cada qual tem sua construção específica, que pode ser mais caro ou mais barato. existem processadores com clocks baixos e arquiteturas diferentes que fazem tarefas que nenhum ivy bridge da vida faria com a eficiência desse processador. o conjunto do hardware deve ser levado em consideração também...
YanGM
Quis dizer que em certos mercados, o high-end de hoje é o low end de amanhã, e que isso não acontece com as CPUs da Intel.
TaylerPadilha
Juro que não entendi o que você quis dizer...
YanGM
Engraçado como processadores da intel não são iguais a smartphones. Por exemplo: meu Galaxy Nexus tem specs próximas a de um low end de hoje, enquanto que meu i5 2410M de segunda geração que possui uma certa idade dá um banho nesses novos low ends. Mas claro, por U$ 42 isso já era de se esperar.