Início » Brasil » Google e Bing se recusam a retirar Tudo Sobre Todos de buscas

Google e Bing se recusam a retirar Tudo Sobre Todos de buscas

Os buscadores pediram para o Ministério Público do Distrito Federal especificar quais páginas devem ser excluídas

Victor Hugo Silva Por

O site Tudo Sobre Todos foi criado em 2015, mas ainda é motivo de discussões. A página permite a consulta e a venda de dados pessoais como CPF, endereço e parentes de praticamente qualquer pessoa. Ela passou a ser investigada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) em julho de 2018.

Na ocasião, a Comissão de Proteção de Dados Pessoais do MPDFT solicitou que os principais buscadores retirassem o site de seus resultados de busca. Segundo o órgão, somente o Yahoo atendeu o pedido. Por outro lado, Google e Bing se recusaram a mudar suas buscas e explicaram a decisão por meio de ofícios.

Tudo Sobre Todos

O Google afirmou que, após analisar o site, não encontrou “violação das políticas de remoção”. Segundo a empresa, a verificação se refere somente à URL principal e não às páginas específicas com “informações pessoais sensíveis que poderiam ser removidas com base na política de remoção”.

A empresa lembrou que remover o resultado das buscas não torna o conteúdo indisponível. Os usuários ainda podem acessar o Tudo Sobre Todos por meio de outros buscadores, das redes sociais, de aplicativos de mensagens ou do acesso direto pelo navegador.

A Microsoft entende que é preciso determinar qual conteúdo do site viola a lei antes de removê-lo do Bing. “A única forma de se identificar especificamente o conteúdo infringente e localizá-lo de forma inequívoca é mediante o fornecimento do link específico”.

A companhia afirmou ainda que não discute a “legalidade ou ilegalidade” do site, mas, sim, a conduta a ser seguida para excluir os resultados de suas buscas. A empresa disse que atende a inúmeras determinações e prometeu seguir a determinação do MPDFT se os requisitos legais forem atendidos.

Para Frederico Meinberg, promotor de Justiça e coordenador da comissão, a recusa demonstra o nível de preocupação do Google e da Microsoft com a privacidade dos dados dos brasileiros. O MPDFT não revelou que medida tomará a partir de agora.

Com informações: MPDFT.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Barroso

Falou bem

Macaco

Eu encontrei meu tio com esse site.
Se usar direito o serviço é muito bom.
A questão é que tem gente usando para o mal, mas a culpa é de quem?

Caleb Enyawbruce

respeito sua opiniao

Fernando Debacker

E eu não disse ao contrário. Só reiterei que é o que dá pra fazer no momento. Remover das buscas.

@Sckillfer

Se ele só junta informações já publicadas, não há ilegalidade no site, há nos órgãos públicos publicando informações dos cidadães mesmo.

@Sckillfer

Engraçado disso tudo é eles culparem o Tudo Sobre Todos por violação ao direito a privacidade, não os próprios órgãos públicos por publicarem as informações online pra qualquer um. Adorei quando pesquisei meu nome no Google e todos os resultados eram sobre um processo na separação dos meus pais, fica bem legal pra conseguir emprego quando tu processou alguma empresa, por exemplo.

Danillo Nunes

Ué, aqui o RSS está normal, com o texto completo.

Andre Kittler

Pra min realmente matou, vim aqui pois recebi email desse reply.
Estou vendo os RSS pipocar mas não da vontade de vir mais aqui no site. Sei lá, apenas título me parece muito click bait
sim, entendo que não é a intenção, entendo que rss não gera propaganda e por isso está "em desuso" ou seja lá o que for que a turminha de facebook e twiter ache certo...
existem somente 5 ou 6 sites .br que sigo, considero otimos e em 2 participo (outro sendo o meio bit, e resto vejo mas não compensa interagir). Meio de 103 feed totais (fico todas horas acordado na frente de um PC, dá nisso), ou seja: creme de la creme para min pois considero tudo na internet brasileira como mediocre. Um estou cortando, mais 2 ou 3 semanadas e deleto o feed dele. :/

Por favor repensem.

Marcus Araújo

"Ele não disse que é trabalho dos buscadores acabar com o problema"

Mas foi em cima dos buscadores que o MPDFT foi, e não do serviço que hospeda o site para tomar informações de quem está por trás disso. 🤷‍♂️
Se tirasse do ar, automaticamente o site sairia dos buscadores também, só que na minha opinião o MPDFT está em cima do alvo errado. E veja bem, eu vejo como algo benéfico a remoção desses links, só estou aqui reconhecendo que o pedido do MPDFT é frágil e falho porque não resolve o problema e busca transferir a responsabilidade a um terceiro.

Cobrar do MPDFT quais seriam as implicações legais de disponibilizar o link foi algo acertado sim, em minha opinião. E geralmente sou bem longe de defender essas "grandes corporações malvadas", principalmente quando o assunto é privacidade do usuário, mas se não temos NENHUM embasamento legal para realizar o pedido, é uma falha terrível de nossas leis. O que não podemos no direito é criar exceções com base no que fulano acha que seria certo porque não se julga o certo, mas sim o que está na lei. Ou se tipifica em lei ou o MPDFT não tem respaldo legal para exigir nada. Aliás, tanto sabem dessa fragilidade que eles não exigiram nada mesmo, apenas solicitaram e levaram um "não" como resposta porque nessa história ninguém é obrigado a nada.

"Ah, mas poderiam sim remover"
Eu CONCORDO 100%, juro. Só que na verdade não vai resolver o problema. E ficar gastando expediente com medidas que não resolverão o problema é que não é o papel do MPDFT. Veja bem, desde 2015 essa joça está no ar e a única coisa de mais ou menos efetiva que fizeram foi pedir pra removerem link?

João

No meu tempo eles prendiam os donos do site e tiravam do ar, saudades.

Renan Mendes

O host deve estar fora do Brasil, e é difícil encontrar alguém que respeite as leis desse lixo.

Renan

É um argumento ruim. Trancar a porta de casa não impede que um ladrão entre, mas dificulta, o que já é um grande avanço.

O MP pediu para que os resultados de busca fossem removidos sem especificar o motivo. Ele não disse que é trabalho dos buscadores acabar com o problema ou eliminar qualquer tipo de acesso ao site.

Google e Bing só não querem ter que lidar com o precedente de excluir domínios inteiros de seus resultados de busca. Zero de preocupação com quem tem seus dados expostos pelo site em questão.

Agnaldo Carmo

Não duvido nada o Google e a Microsoft e companhia limitada tendo uma "boquinha" nesse site por isso não querem ajudar já derrubada

Marcos Guilherme

Verdade, se digitar a URL vai de boa em qualquer navegador e nem precisa procurar em buscadores.

Marcos Guilherme

"(...) a recusa demonstra o nível de preocupação do Google e da Microsoft com a privacidade dos dados dos brasileiros (...)". Falou pouco e disse muito, aí não somente dos brasileiros mas de todos, aquela máxima "quando o serviço é de graça você é o produto". E se der receita para eles aí mesmo que não ficar nessa morosidade.

Exibir mais comentários