Início » Telecomunicações » TV por assinatura perdeu quase 550 mil assinantes em 2018, segundo Anatel

TV por assinatura perdeu quase 550 mil assinantes em 2018, segundo Anatel

NET e Claro perderam mais assinantes, enquanto Oi é a única grande operadora a crescer no setor

Por
29 semanas atrás

O serviço de TV por assinatura continua encolhendo no Brasil. Dados da Anatel registraram que as operadoras tiveram 549 mil clientes a menos entre janeiro e dezembro de 2018; trata-se de uma redução de 3%. Entre as maiores empresas, a única que cresceu no período foi a Oi. Algumas delas, como a Vivo, já firmam parcerias com Netflix e Amazon Prime Video.

TV OLED Sony A8F

Quem mais perdeu assinantes no período foi o grupo Telecom Americas, que é líder de mercado e dono das marcas Claro TV e NET. Confira os números de cada operadora e a variação porcentual em relação a 2017:

  • NET e Claro TV: 9,07 milhões (-5,2%)
  • SKY:  5,2 milhões (-1,4%)
  • Oi: 1,6 milhão (+6,1%)
  • Vivo: 1,56 milhão (-1,5%)

No total, contando com as operadoras regionais, o Brasil fechou 2018 com 17.574.822 assinantes. Em 2017, o país contava com 18.124.655 clientes.

Operadoras fecham parceria com streaming

A perda de assinantes em serviços de TV paga é uma tendência mundial, uma vez que as pessoas estão deixando de lado os canais lineares e optando por serviços de streaming — seja por uma questão de custo, ou mesmo pelo conforto de escolher o que quiser no momento que desejar.

As operadoras sabem dessa tendência e estão oferecendo serviços de streaming diretamente ao cliente. É o caso da Vivo, que firmou parceria com a Netflix e também oferece o Amazon Prime Video na fatura da banda larga ou telefonia móvel. Também é possível assinar outros serviços sem a necessidade de TV paga, como é o caso do Fox Premium, WatchESPN e até mesmo o Premiere Futebol Clube e Combate.

A Oi é a única operadora que cresceu no período. Ela vem focando na oferta de combos com serviço de telefonia fixa, móvel e internet, o que ajuda a estancar também as desconexões de telefonia fixa.

Além disso, a operadora vende o serviço Oi TV Livre, no qual o cliente compra o decodificador e a antena parabólica para ter acesso gratuito aos canais abertos. A empresa aproveita para oferecer o serviço de TV pré-paga para esses clientes, com pacotes a partir de R$ 29,90.

Com informações: TeleSíntese.

Tecnocast 103 – Quem precisa de uma TV?

Em um episódio recente, confessei que gostava de assistir às minhas séries e filmes apenas no MacBook, porque assim podia plugar um fone de ouvido. Eu sou do time dos notívagos, por isso não consigo ligar nada alto, pra não acordar o resto da casa. E para mim, som baixo estraga completamente a experiência de assistir algo.

Mas aí recebi dezenas de mensagens, sugerindo um fone com Bluetooth. Sim, estamos em 2018 e eu não pensei nessa possibilidade antes. Vai ver é porque eu achava TV uma coisa tão de velho, que nem associei com Bluetooth.

Enfim, aproveitando o gancho, no episódio de hoje conversamos sobre essa tecnologia tão inovadora: a Televisão. Em tempos de streaming, será que ainda vale a pena comprar uma? Dá o play e vem com a gente!

Você pode se interessar também

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.