Início » Gadgets » TV QLED Samsung Q60R: um bom primeiro passo

TV QLED Samsung Q60R: um bom primeiro passo

QLED mais acessível da Samsung não é impressionante, mas já entrega qualidade de imagem melhor que TVs 4K de entrada

Paulo Higa Por

No Brasil, a linha de televisores 4K da Samsung em 2019 é composta por modelos que vão desde a básica RU7100 até a completa Q80R, que custa quase um carro popular. Bem no meio do caminho tem a Q60R, uma TV que possui tecnologia QLED e se apresenta como um primeiro passo para quem está buscando uma qualidade de imagem melhor que a dos modelos de entrada.

A Q60R é a TV QLED mais vendida da Samsung e tem a maior variedade de tamanhos, indo de 49 a 82 polegadas. Ela promete alcançar 100% do volume de cores, tem Controle Remoto Único, Modo Ambiente e outras tecnologias presentes nas TVs premium da marca. Será que vale a pena comprar uma? Eu assisti a dezenas de horas de conteúdos na Q60R e conto minhas impressões nos próximos minutos.

Análise da TV QLED Samsung Q60R em vídeo

Design, conexões e controle remoto

TV QLED Samsung Q60R

O design da Q60R não tem nada muito diferente das TVs de entrada da Samsung. Infelizmente, o One Connect, que centraliza todos os cabos em uma caixa externa, ficou restrito à Q80R, bem mais cara. Então, temos apenas um visual tradicional com dois pés em formato de “V”, construção totalmente em plástico e pequenas canaletas na traseira para esconder os fios.

TV QLED Samsung Q60R

As conexões estão do lado direito, com quatro portas HDMI, duas USB, uma entrada coaxial com suporte ao padrão brasileiro de TV aberta, uma saída de áudio óptica, uma entrada de vídeo composto e uma porta Ethernet, dentro do que eu espero de um modelo intermediário. Tem ainda o Bluetooth, que funciona tanto para dispositivos de entrada, como teclados, quanto de saída, como soundbars e fones de ouvido.

O controle remoto tem microfone para comandos de voz, uma boa adição em relação ao modelo básico da Samsung. No momento em que eu faço este review, a Bixby ainda não entende o nosso idioma, mas já é possível fazer tarefas simples, como controlar o volume ou pesquisar na internet. E o recurso Controle Remoto Único funciona muito bem, permitindo trocar os canais ou até acessar o guia de programação no decodificador da TV por assinatura.

TV QLED Samsung Q60R

Qualidade de imagem

A Q60R já oferece um avanço em qualidade de imagem em relação a uma TV 4K de entrada, mas alguns pontos não me agradam.

No review da RU7100, eu reclamei que as telas estavam evoluindo muito lentamente no segmento básico: quem comprou uma TV há cinco anos quase não notaria melhorias na imagem ao trocar para um modelo atualizado da mesma categoria. No caso da QLED, a linha piorou de um ano para outro. Enquanto a Q6FN de 2018 já tinha HDR1000, a Q60R ficou apenas com HDR500. É verdade que os preços de lançamento de um ano para o outro ficaram entre 10% e 15% menores, mas rola uma pontinha de decepção.

TV QLED Samsung Q60R

Dito isso, a Q60R traz uma imagem de nível bom para a maioria das pessoas, embora não agrade os mais exigentes. Do lado positivo, o contraste é excelente e o input lag é baixo, ficando em torno de 15 milissegundos nos meus testes em 4K a 60 Hz, o que é uma ótima notícia para os gamers de plantão. A Samsung promete latências menores que 7 milissegundos no modo de taxa de atualização variável, mas não tenho equipamentos de teste para comprovar essa vantagem.

No modo padrão, as cores são bastante saturadas e podem até incomodar quem prefere tons mais neutros, mas isso não deve ser problema para um usuário médio. A uniformidade de preto é boa: eu notei uma pequena inconsistência no canto superior e inferior direito, que mostravam um tom mais claro, mas nada aquém do que eu esperaria de um painel LCD. E o ângulo de visão é ok: menor que o de uma tela IPS, mas dentro das expectativas; só não vai ser suficiente se você tiver uma sala de estar muito larga.

TV QLED Samsung Q60R

Nos pontos negativos, como já dito, o brilho é só um pouco melhor que o da RU7100. A Samsung poderia ter mantido o painel da Q6FN de 2018, ou então chamar esse modelo novo de Q50R, para não dar a impressão de que se trata de uma sucessora. Não é: a Q60R é inferior à Q6FN. E, como não existe nenhum tipo de local dimming, cenas mais escuras sofrem um pouco de falta de contraste.

Qualidade de som

TV QLED Samsung Q60R

Nos alto-falantes, a Q60R entrega um som básico. São dois speakers de 10 watts cada que atingem um volume alto o suficiente para a maioria das salas de estar e apresentam médios bem definidos. A imersão não é tão boa quanto na Samsung Q8CN ou na TCL C6 porque os alto-falantes não conseguem alcançar os tons mais graves. Nada de batidas e pancadas aqui.

A Samsung incluiu um recurso de otimização de áudio com base no ambiente, chamado de “modo inteligente”, que emite sons específicos para detectar o tamanho e o eco do cômodo em que a TV está instalada. Funciona? O volume fica notavelmente mais alto, mas ele não faz nenhum milagre. Considerando que o público que compraria uma Q60R em geral está procurando uma qualidade melhor, é justo dizer que uma soundbar faria uma grande diferença aqui.

Software e funções de Smart TV

TV QLED Samsung Q60R

O sistema operacional da Q60R é o Tizen, o mesmo que acompanha as outras Smart TVs da Samsung, mas que aqui roda em sua plenitude. Todas as animações nos menus estão presentes, a navegação é bastante fluida e os aplicativos carregam rapidamente. Os ícones personalizados para a Apple TV, o Nintendo Switch e vários outros dispositivos estão aqui, demonstrando um nível de cuidado que eu não vejo com tanta frequência em TVs.

Os serviços de streaming mais populares, como YouTube, Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go e Spotify, já vêm pré-instalados. Na loja de aplicativos, é possível encontrar Globoplay, Globosat Play, Deezer, Plex, Tidal, Fox e muito mais. Os programas são bem desenvolvidos e se integram com o menu inferior da TV, permitindo acessar um conteúdo específico antes mesmo de abrir o aplicativo.

TV QLED Samsung Q60R

Assim como as outras TVs de 2019 da Samsung, a Q60R já vem com suporte nativo ao AirPlay 2, o que é uma boa notícia para quem quer reproduzir conteúdo a partir de um iPhone, iPad ou Mac. E, como parte da parceria com a Apple, o aplicativo Apple TV vem pré-instalado, com filmes e séries para alugar e comprar. No futuro, isso deve servir como um hub para o serviço de streaming Apple TV+.

TV QLED Samsung Q60R

Entre os recursos da própria Samsung, temos o SmartThings, que centraliza os dispositivos inteligentes da sua casa (como lâmpadas, lava e seca, geladeira e câmeras de segurança); e o Modo Ambiente, que funciona como uma alternativa à tela preta, mostrando imagens que combinam com a decoração do ambiente quando você não estiver assistindo nada. É bacana para nichos específicos — eu, particularmente, prefiro economizar energia.

Vale a pena?

A Q60R de 55 polegadas foi lançada no Brasil em abril por R$ 5.499, mas os preços despencaram rapidamente: no momento em que escrevo este review, é possível encontrar o modelo na faixa dos R$ 3,5 mil, o que já é um valor bem mais interessante e próximo da TV de entrada da Samsung, a RU7100, que sai por aproximadamente R$ 2,9 mil no mesmo tamanho.

TV QLED Samsung Q60R

Considerando os preços de lançamento, eu não compraria uma Q60R: optaria por economizar dinheiro e pegar o modelo de entrada, sem perder tanto em qualidade de imagem; ou gastaria um pouco mais e pularia direto para a Q70R para ter local dimming e um pico de brilho mais alto que faça diferença em conteúdos com HDR. Mas gastar no máximo até uns 15% a mais me parece justo pelo ganho de qualidade que a Q60R proporciona em relação a uma TV básica.

A Q60R é um bom primeiro passo para quem está procurando uma imagem melhor. Ela não traz avanços impressionantes em relação aos modelos básicos, mas já é possível notar boas diferenças, principalmente para salas de estar com bastante luz ambiente, em que qualquer brilho adicional dá uma bela ajuda; e para quem joga videogame, uma vez que o benefício da tela com taxa de atualização maior será mais perceptível.

Quem é mais exigente, mas não quer gastar os olhos da cara em uma TV, pode partir para uma Samsung Q70R, uma Sony X905F ou, se estiver disposto a enfrentar o risco de burn-in do OLED, uma LG B8.

Especificações técnicas

  • Modelo: QN55Q60R
  • Tamanho do painel: 54,6 polegadas (138,8 cm)
  • Resolução: 3840×2160 pixels
  • Taxa de atualização: 120 Hz
  • Tipo de painel: VA LCD com iluminação Edge LED
  • Tecnologias de imagem suportadas: HDR10, HDR10+, HLG
  • Potência dos alto-falantes: 2x 10 watts
  • Tecnologias de áudio suportadas: Dolby Digital Plus
  • Sistema operacional: Tizen
  • Consumo de energia: 175 watts (máximo) e 0,5 watt (standby)
  • Entradas de vídeo: 4 HDMI 2.0 (ARC, HDMI-CEC), 2 RF, vídeo componente
  • Saídas de áudio: 1 saída de áudio óptica digital
  • Outras conexões: 2 USB 2.0, Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth, Ethernet
  • Dimensões (largura x altura x profundidade): 123,7×71,4×5,9 cm (sem a base) e 123,7×79,1×26,4 cm (com a base)
  • Peso: 18,6 kg (sem a base), 18,9 kg (com a base)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Teixeira de Souza

Boa noite...

Estou tentando baixar o aplicativos Watch ESPN e EI Plus mas não os estou encontrando... teria algum passo a passo para me ajudar??

@BlogDoDourado

"Os principais provedores de conteúdo estão na plataforma. Você vai encontrar Netflix, YouTube, Spotify, Deezer, Amazon Prime Vídeo, Globoplay, Fox, Google Play Filmes e outros. Na loja da Samsung, tem ainda Globosat Play, TuneIn Radio e Telecine Play."

Comprei a RU7100 de 65' e uma de 50" na promoção do Dia dos Pais e cadê Telecine Play? Na NU tinha mas vendi antes de comprar. e Soubesse eu voltava

Rodrigo Pasini

Fica de olho na q80r de 55, já apareceu algumas vezes por menos que os 5999,00 da q70.

Jorge Mendonça

Quantos fones de ouvido bluetooth ela consegue parear ao mesmo tempo? Tenho essa curiosidade.

Higo

Tenho a impressão de que, ano após ano, a qualidade e os recursos das TVs diminuem para justificam o preço estratosférico cobrado pela próxima geração com resolução aumentada (no caso atual, 8K).

SmokingSnake

Tenho um E2360V da LG funcionando direto desde 2011, a única coisa que queimou foi a fonte mas como ela externa identifiquei logo que foi problema na fonte e foi só comprar outra que custou 20 reais.

BETO

Durabilidade das e tv e célular são uma merda. Alias essas telas sem tubo são todas descartáveis. As primeiras ainda duravam uma 7 anos. As atuais se fizer uso continuo não passa de 4anos. São raras as excessões.

X-Tudãoᴳᴼᵀ

A minha já tem 1 ano, está top.

Hemerson Silva

Digamos que esta OLED e a RU7100 são para públicos diferentes, até o preço dita isso.

Diego Vasconcellos

Já tive pelo menos umas 15-20 tv lg na minha casa, familiares e comércio. Só uma de plasma queimou uma coluna de pixels no primeiro mês de uso e fizeram a troca do painel inteiro na minha casa. Software atualizado por período maior que a samsung. Continuo recomendando.

@BlogDoDourado

LG nunca mais

Diego Vasconcellos

sugiro ir de oled lg b8...

Diego Vasconcellos

Minha b7p está longe de apresentar quaisquer sinais de burnin... Inclusive está nos meus planos substituir as outras tvs que tenho para aproveitar o dolbyvision sem apple tv.

@BlogDoDourado

Estava aguardando seu Review para decidir e pedir ajudar.

Tá rolando promoção do dia dos pais e compro a Ru7100 65 e 50 por 5699

Porém a Q70r que me parece ser a melhor escolha da qled de 55 ( acho ) tá 5999 , então vou pegar 2 RU7100 dar de presente para o pai e ficar com a outra.

Paulo Higa

A Q60R de 55" (não tem de 50") é bem mais barata que a RU7100 de 65" no varejo, dá uma pesquisada.

Depende do seu nível de exigência, mas a RU7100 já é boa o suficiente para mim. Com certeza pegaria o maior.

Exibir mais comentários