Início » Celular » Samsung Galaxy Fold é homologado pela Anatel com melhorias na tela dobrável

Samsung Galaxy Fold é homologado pela Anatel com melhorias na tela dobrável

Samsung Galaxy Fold possui tela dobrável mais resistente; celular virá com os fones de ouvido sem fio Galaxy Buds na caixa

Por
09/08/2019 às 12h27

A Samsung atualizou o Galaxy Fold para tornar a tela dobrável mais resistente e evitar que detritos entrem na dobradiça: essa nova versão do celular foi homologada pela Anatel, e sua venda está autorizada no Brasil. O smartphone virá com os fones de ouvido Galaxy Buds na caixa. Ele deve custar US‎$ 1.980 nos EUA, equivalente a R$ 7,8 mil; qual será o preço por aqui?

Samsung Galaxy Fold novo

No Twitter, Everton Favretto aponta que o Galaxy Fold foi homologado novamente pela Anatel com o código SM-F900F. O celular dobrável já havia passado pela agência reguladora em abril, mas sofreu várias mudanças desde então.

A versão antiga do Galaxy Fold tinha lacunas muito grandes nas partes em que a tela dobrável encontrava a dobradiça, permitindo a entrada de partículas que poderiam danificar o display. O aparelho também vinha com uma película que parecia ser removível, mas não era.

Por isso, o Galaxy Fold recebeu quatro melhorias para ficar mais resistente:

  • a camada protetora superior do Infinity Flex Display aumentou de tamanho para não deixar bordas nem dar a impressão de que pode ser removida;
  • as partes superior e inferior da dobradiça foram reforçadas com tampas de proteção;
  • o espaço entre a dobradiça e a parte externa foi reduzido para evitar a entrada de poeira;
  • a tela dobrável ganhou mais camadas de metal em sua estrutura.

Os documentos da Anatel incluem fotos que mostram essas melhorias. O espaço entre a dobradiça e a parte externa está menor do que antes; e a lacuna entre a tela e a dobradiça diminuiu bastante.

Samsung Galaxy Fold na Anatel

Samsung Galaxy Fold na Anatel

Samsung Galaxy Fold na Anatel

Samsung Galaxy Fold vem com fones Galaxy Buds na caixa

Os arquivos da Anatel também incluem o manual de instruções do Galaxy Fold. A Samsung avisa para não deixar o smartphone próximo de cartões magnéticos, relógios analógicos nem dispositivos de armazenamento, devido aos ímãs presentes no aparelho.

O Galaxy Fold tem resistência IP68 a água e poeira, mas a Samsung avisa que “ainda é possível que seu aparelho seja danificado em certas situações”. Ela também pede para não dobrar o smartphone ao contrário.

Os fones de ouvido sem fio Galaxy Buds acompanham o Galaxy Fold na caixa; o manual ensina como pareá-los. Este celular não possui entrada de 3,5 mm para fone de ouvido, assim como o Note 10 e Note 10+. Há também um carregador de 15 W (9 V/1,67 A) para as duas baterias que, somadas, têm capacidade de 4.380 mAh.

Não há uma data de lançamento prevista para o Galaxy Fold no Brasil. Ele chegará em setembro a “mercados selecionados”; a Samsung promete revelar mais detalhes no futuro. O celular dobrável foi anunciado por US$ 1.980, e a empresa não diz se esse valor vai mudar.

Trecho do manual do Galaxy Fold:

Samsung Galaxy Fold - manual