Início » Celular » Samsung defende Exynos 990 em disputa com Snapdragon 865

Samsung defende Exynos 990 em disputa com Snapdragon 865

Abaixo-assinado pede chips Qualcomm Snapdragon em celulares Samsung Galaxy lançados fora dos Estados Unidos

Bruno Gall De Blasi Por

A Samsung defendeu o uso do processador Exynos 990 em disputa com o Snapdragon 865. O posicionamento chega após a aparição de um abaixo-assinado feito por fãs, que pede para a fabricante sul-coreana implementar chips da Qualcomm em celulares Samsung Galaxy lançados fora dos Estados Unidos.

Samsung Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra

Tradicionalmente, a Samsung adota dois processadores diferentes em smartphones das linhas Galaxy S e Galaxy Note, cuja disponibilidade varia de país para país. Mas esta dualidade vem incomodando alguns usuários há um certo tempo.

É o que demonstra o abaixo-assinado “Stop selling us inferior Exynos phones!”. De acordo com a petição, a Samsung deveria deixar de lado os chips Exynos, já que são inferiores aos da Qualcomm, especialmente em relação ao desempenho e consumo de bateria.

As conclusões partem de testes de benchmark. Conforme observa o AnandTech, a edição do Galaxy S20 Ultra com Snapdragon 865 demonstrou desempenho superior ao Galaxy S20 com Exynos 990. A qualidade de fotos com o processador e sensores fotográficos da Samsung também é questionada pelos fãs.

Teste de benchmark do Samsung Galaxy S20 (Foto: Reprodução/AnandTech)

Ao SamMobile, a Samsung defendeu a adoção dos processadores Samsung Exynos em celulares da marca. Confira a nota na íntegra:

“O Galaxy S20 é um smartphone que foi reimaginado para mudar a maneira como você experimenta o mundo e, dependendo da região, o Galaxy S20 será enviado com o Exynos 990 ou o Snapdragon 865. Os processadores Exynos e Snapdragon passam pelo mesmo rigor e cenários de testes rigorosos e reais, para oferecer um desempenho consistente e ideal durante todo o ciclo de vida do smartphone.”

O abaixo-assinado está disponível no Change.org e já conta com quase 35.300 assinaturas.

Com informações: SamMobile, 9to5Google, SlashGear e AnandTech

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
18 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LeandroCSC

Só tive galaxys com Exynos. Estou no S10e, agora. Desempenho realmente excelente no meu uso. Mas a autonomia de bateria um completo desastre. Foi necessário configurar o poder de fogo da CPU para trabalhar à 70% da sua capacidade caso eu não quisesse ter que carregar 2x ao dia. Estava fazendo 4h de tela!! Um completo absurdo! Hoje tá fazendo 6h! Ainda continua rodando muito liso. Mas não sei se está interferindo no processamento e qualidade das fotos. Não tenho esse olhar tão clínico.

De todo modo,dou apoio ao abaixo assinado. Quem realmente usa o aparelho pra jogo e apps pesados,e ja teve experiencia com snapdragon, é que tem propriedade pra dizer se essas diferenças de desempenho fazem ou não diferença em suas rotinas. E não cabe a mim dizer se isso é picuinha ou não.

@SynthwaveLover

É muito stonks a Samsung desovar essas tranqueiras aqui e em outros lugares.

@teh

a samsung nunca foi muito boa em gerenciamento de bateria…

@LeandroCSC

Isso é fato!

Sérgio (@trovalds)

A Samsung só não abandona os Snapdragon de vez porque os chips Exynos não tem suporte a CDMA, que ainda é bastante usado na terra do Tio Sam.

O jeito é ir pra concorrência se quiser Snapdragon. Ou até Huawei vale porque os Kirin curiosamente estão ganhando ROMs alternativas.

Diego Nascimento (@Dieg0)

Eu assinei dias atrás, apesar de provavelmente não mudar nada é uma boa eles saberem que os consumidores estão insatisfeitos, além de ser uma puta sacanagem pagarmos o mesmo preço e levar pra casa o modelo com um processador comprovadamente inferior.

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Basta usar o poder do consumidor e não comprar, no meu ver em breve a Samsung vai é fazer como já vemos na maçã e huawei desde o início manter só um processador e será o próprio

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Pra mim tanto faz. Só queria mesmo que fosse um chip em qualquer aparelho do mundo, tudo igual e a lente tb. Whatever se for Exynos ou Snap. O meu é a versão do Snap. Bateria do Note 10 + já é uma bostinha, iria piorar com o Exynos será? Samsung que lute.

Igor Nagase (@nagasedesu1)

E pq ela não coloca esse suporte no chip dela
? Será que é de uso exclusivo da Qualcomm?

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Como vc fez essa redução pra trabalhar só com 70%?

Gustavo Vieira Theml (@gustavo_vieira)

Não precisa abandonar completamente o Exynos, apenas vender a versão que vem com ele por um menor preço. E claro, disponibilizar as duas versões em todos os mercados.

Sérgio (@trovalds)

Na verdade é escolha deles (como fabricante). A Qualcomm e a Huawei liberam documentos técnicos pro público em geral que permitem desenvolvedores criarem software que rode nos processadores desses fabricantes. Já a MediaTek e a Samsung são mais fechadas nesse sentido e por isso não vemos ROMs de terceiros pra celulares com esses chips.

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Pera que sou lerdo. O motivo da Samsung não colocar o Exynos nos EUA e em alguns outros países como o Japão ( onde moro atualmente) é por causa de uma tecnologia não presente no Exynos. Então no caso, pela Samsung ser mais fechada, ela não coloca essa tecnologia que precisa no chip dela? Precisa de muito dinheiro? É preguiça?

@LeandroCSC

Configurações>assistência do aparelho>bateria>modo energia>economia méd de energia

Sérgio (@trovalds)

Misturou alhos com bugalhos. A parte da Samsung usar chip Qualcomm em alguns países é por questão financeira. O CDMA cobra royalties pra ser implementado e etc. Então, por questão de economia a Samsung prefere comprar chip do concorrente (que já paga royalty) pra se livrar dessa, digamos, encrenca.

A outra parte é a parte dos documentos técnicos. A Qualcomm libera essa documentação com mais facilidade, então qualquer um com capacidade e disposição pode fazer praticamente qualquer coisa usando chips da empresa.

Exibir mais comentários