Microsoft quer que o Copilot abra automaticamente ao iniciar o Windows 11

Microsoft continua jornada para colocar inteligência artificial em seus produtos, e até o Bloco de Notas pode ganhar ferramentas do tipo

Giovanni Santa Rosa
Por
Tela do Windows 11 com o Copilot na barra lateral direita
Copilot substituiu a Cortana no Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

A Microsoft começou a testar uma mudança no Windows 11 para que o sistema abra automaticamente o Copilot, seu novo assistente com inteligência artificial, ao iniciar. O experimento está limitado ao canal para desenvolvedores, como parte do programa Windows Insider, e é mais uma aposta da empresa na IA.

Em um blog post, a empresa diz que a novidade será testada em aparelhos widescreen de alguns participantes do programa. Como observou o Verge, Microsoft não detalha o que quer dizer “widescreen”. Vale para telas 16:9, como a maioria das atuais? Ou só para monitores mais largos que isso? Como o Copilot é uma barra lateral, faz sentido pensar que é melhor que o recurso só abra automaticamente em monitores com espaço adequado para isso.

Tela de configuração do Windows 11 com a opção de ativar ou desativar a inicialização do Copilot
Inicialização automática do Copilot pode ser desativada (Imagem: Divulgação/Microsoft)

O Copilot também pode ganhar opções de chatbots ou plug-ins de terceiros. Isso ainda não foi anunciado pela Microsoft, mas um usuário do X (antigo Twitter) conhecido como Albacore descobriu essa opção, que estava escondida nas configurações.

Felizmente, se você não gosta ou não tem interesse no Copilot, é possível desativar a inicialização automática. De qualquer forma, é mais um padrão para alterar no Windows 11 após comprar um computador ou instalar o sistema.

Não é só no Windows: Microsoft está colocando IA em tudo

A Microsoft vem apostando alto em inteligência artificial para todos os seus produtos. No Windows, isso levou até mesmo a trocar o tradicional botão Iniciar dos teclados por um dedicado ao Copilot. Dell e Lenovo já aderiram à novidade em seus laptops mais recentes.

Tecla colorida com a marca do Copilot
Design da tecla Copilot num teclado de PC (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Em outros apps, a IA deve chegar até mesmo ao Bloco de Notas. Famoso por ser o editor de texto mais simples do sistema, ele deve ganhar um assistente chamado Cowriter, para escrever, reescrever e revisar trechos. Paint, Edge, Bing e Microsoft 365 são outros exemplos de aplicativos e serviços que receberam inteligências artificiais ao longo de 2023. Além disso, a Microsoft é dona de 49% da OpenAI, que desenvolve o ChatGPT e o Dall-E.

Os investidores parecem acreditar que isso será bom para os negócios da Microsoft. As ações da empresa tiveram uma alta de 50% em 2023, com um salto especialmente marcante após os preços do Microsoft 365 com Copilot serem revelados. Nesta quinta-feira (11), a companhia chegou a superar a Apple em valor de mercado por um breve período.

Com informações: Microsoft, The Verge

Receba mais sobre Bing Chat na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados