Teste com o Galaxy S24 Ultra mostra que Glass Armor cumpre o combinado

Canal no YouTube aplicou teste de resistência à riscos na tela e no corpo de titânio do Galaxy S24 Ultra. Smartphone chegou no nível 8 de resistência

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 3 meses
Mão segurando smartphone, ao fundo outro smartphone em um suporte de acrílico sobre uma mesa
Galaxy S24 Ultra é equipado com Gorilla Glass Armor, que promete alta resistência para a tela (Foto: Thássius Veloso/Tecnoblog)

A proteção Gorilla Glass Armor do Galaxy S24 Ultra realmente protege o smartphone de riscos na tela. O canal PBKReviews usou ferramentas de testes de dureza de metais para sair riscando o Galaxy S24 Ultra. No vídeo, a tela do celular só mostrou riscos no nível 8 (de 10) no teste de dureza de Mohs.

Explicando: o teste de dureza de Mohs consiste em “riscar” o material, seja vidro ou algum tipo de pedra (ele é usado também para a arquitetura), com uma ferramenta pontiaguda. Cada ponta desses níveis possui um mineral. O nível mais baixo usa uma ponta de talco, enquanto a mais dura usa diamante. O material de um nível acima pode riscar o material dos níveis inferiores.

Gorilla Glass Armor estreou no Galaxy S24 Ultra

O Galaxy S24 Ultra é o primeiro smartphone com o Gorilla Glass Armor. A Corning, sua fabricante, afirma que o Glass Armor é o vidro mais resistente que ela já fez (claro, ela não iria anunciar um produto como “igual ao anterior”). Deixando de lado essa questão de marketing, os testes do PBKReviews mostram que o produto realmente melhorou em relação ao ano passado.

No vídeo, vemos que a tela do Galaxy S24 Ultra só mostrou riscos a partir do nível 8 do teste de Mohs. Esse nível costuma utilizar uma ponta feita de topázio, um mineral que possui, entre outros, alumínio e ferro na sua composição. Em 2023, o youtuber JerryRigEverything fez os mesmos testes com o Galaxy S23 Ultra. O flagship do ano passado começou a riscar no nível 6, usando o Gorilla Glass Victus 2.

É provável que os primeiros riscos tenham aparecido no nível 7, mas por estarem fraquinhos não são pegos pela filmagem. O canal também testou a resistência do chassi de titânio. Aqui, as primeiras marcas aparecem no nível 4 e ficam mais evidentes no nível 5.

Apesar de ter mostrado os riscos nos níveis 4 e 5, isso não é um sinal de falha na fabricação. A principal vantagem desse material é proteger o smartphone durante uma queda, evitando que ele se arrebente em pedaços. Os riscos são um problema maior na tela, que pode prejudicar a sua usabilidade — e é a situação mais provável de acontecer já que sempre há a chance de colocar as chaves e celular no mesmo bolso.

Relembre o lançamento da linha Galaxy S24

Com informações: SamMobile

Receba mais sobre YouTube na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados