Início » Mobile » Estas são as fabricantes que mais venderam smartphones no Brasil em 2016

Estas são as fabricantes que mais venderam smartphones no Brasil em 2016

Por
17/03/2017 às 09h56
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Em 2016, a Samsung se tornou ainda mais dominante no mercado brasileiro de smartphones, enquanto a Alcatel teve um crescimento respeitável e a Apple perdeu metade do market share.

Estes são os dados da consultoria Counterpoint Research. O relatório também traz dados interessantes sobre a venda de smartphones no varejo e nas operadoras; e sobre a presença de modelos 4G no mercado.

Foto por Bojan Pavlukovic/Flickr

Primeiro, comecemos com a participação das fabricantes. A Samsung continua em primeiro lugar, ampliando sua participação de mercado para 46,7%. Logo atrás vem a Motorola, basicamente mantendo sua participação de mercado em 13%; e a LG, que caiu para 12,4%.

O destaque positivo vai para a Alcatel: a analista Tina Lu, da Counterpoint, diz em comunicado que a empresa “mudou sua alta gerência, abriu quiosques da marca nos principais shoppings do Brasil, e passou a fabricar produtos no país”. Ela cresceu para 5,5% do mercado.

Por sua vez, o destaque negativo vai para a Apple, que “perdeu mais participação do que qualquer outra marca dentro da categoria de smartphones”, segundo Lu. O iPhone 7 chegou ao Brasil custando menos caro que o esperado, mas parece que isso não convenceu.

Outras fabricantes não aparecem no gráfico, mas Lu diz que “a Positivo liderou todas as marcas locais em questão de smartphones”.

O analista Parv Sharma, da Counterpoint, observa no comunicado que o mercado de smartphones no Brasil é muito concentrado – cinco marcas detêm 75% de participação. Isso acontece devido às altas barreiras de entrada: é preciso ter fabricação local (ou pagar um salgado imposto de importação) e também forte presença no varejo, não só nas operadoras, o que custa caro.

No ano passado, 64% dos smartphones foram vendidos pelo varejo; o restante teve intermédio das operadoras. Entre elas, a Claro e a Vivo se destacam, provavelmente devido aos descontos oferecidos no pós-pago.

86% dos smartphones vendidos no ano passado são compatíveis com 4G. A tecnologia está forte até mesmo no segmento de entrada, incluindo “a série J da Samsung, especialmente o Galaxy J1”, escreve Lu.

Nove em cada dez celulares vendidos no Brasil em 2016 foram smartphones; as vendas de dumbphones despencaram 56% no ano.

Enquanto isso o mercado brasileiro de smartphones caiu 16% no ano devido à recessão, diz Lu, mas deve se recuperar este ano à medida que a economia volta a crescer.

Mais sobre:
  • Henrique Queirós

    A Apple quer vender ourophone, tem que cair mesmo.
    Torço muito pela Alcatel, espero que continue crescendo mais e mais no mercado Brasileiro

    • O preço da Apple no Brasil é absurdo mesmo, impostos apenas não justificam, como mostra a concorrência.

      • Nunca estiveram mais próximos da concorrência os preços do iPhone, já que agora eles são fabricados aqui no Brasil. Não deve ser esse o problema.

        • Henrique Queirós

          continua caro

        • Jorge Luis

          o problema é que é difícil ter desconto e os acessórios são caros, eu acho.

      • Jack Silsan

        O preço da Sony também é

        • Henrique Queirós

          Sony é de quebrar tudo mesmo

        • Jorge Luis

          por isso ela ficou em OUTROS, rs.

      • Ricardo – Vaz Lobo

        Isso pra segmentar mercado, ou seja, o público alvo é de pessoas com maior poder aquisitivo mesmo, daí a empresa pode arrotar que seu perfil de consumidor é formado por milionários.

        • Jorge Luis

          apenas no Brasil que ela quer fazer isso? Acho difícil…

      • Ricardo – Vaz Lobo

        E quem não pode/quer comprar…

    • Jack Silsan

      “Ourophone” 😂
      A Sony também vende esse tipo de aparelho

      • Sim, Sony e Apple, amiguinhas do garimpo.

      • A diferença é que a Apple pelo menos consegue vender. E você evidência isso na rua, na faculdade, no trabalho…

        É de contar nos dedos as vezes que já vi alguém usando um TOP DE LINHA da Sony.

        • Jack Silsan

          O curioso é que a Sony vende bem no seguimento premium. Já vi artigos aqui do Tecnoblog mesmo relatando que os estoques dos mais caros Xperias acabaram rápido em determinado momento.

          • Thiago Lopes

            Sim. Tinha 3 aparelhos na caixa. Acabou em 3 meses… kkkkkkkkkk…

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Noooooossa, Alcatel aumentou de 3 pra 5%, e daí? Daí que aumentou participação em 67%, não é pouca coisa não. A poderosa Samsung aumentou em 11,5%.

    • Henrique Queirós

      Sim, é um crescimento respeitoso

      • Ricardo – Vaz Lobo

        O tal de Pixi 4 deve ter vendido bem.

        • Comprei Pixel 4 mini para a esposa, depois que ela destruiu o anterior dela. E ele vem surpreendendo considerando que custou menos de 400,00 Golpes. O uso é basicamente Facebook, zapzap e youtube. Bateria dura o dia todo mesmo conectado no Wi-Fi e rede móvel.

          Sim, a tela não é de vidro, e isso pesou na hora da compra. Incrível a quantidade de quedas que ele precisa sobreviver.

          Para quem só quer um aparelho para comunicação, sem se importar com qualidade de fotos ou jogos, vale muito bem. Ainda não sei como é o suporte técnico por isso não posso opinar.

          • Henrique Queirós

            O suporte em geral é bem rápido, já que as peças do smart são relativamente baratas

          • Geraldo Lopes

            “…menos de 400,00 Golpes…” kkk essa foi muito boa!

  • Se o Galaxy Bomba (refurbished) vier para o Brasil, serão mais alguns % nas estatísticas, porque né, o povo tem memória curta.
    Agora estou surpreso com a Alcatel, acredito que ela pode bater a LG, e a Lenovo.

    • Henrique Queirós

      Eu queria que a Lenovo, Alcatel, e Positivo com maior avanço. Eles tem ótimos smarts, ponto pra Multilaser também, que apesar de eu não confiar muito na marca, tem bons aparelhos CustoxBeneficio

      • Ricardo – Vaz Lobo

        Os dois Multilaser que passaram lá pelo barraco mergulharam na lata de lixo sozinhos.

        • Henrique Queirós

          Bom, como eu disse, não confio na marca ahsuahsuaa

      • Minha avó ganhou um desses Multilaser, e é aquilo, tecnologia você paga o que leva. Parece um brinquedo de 2010, mas para uma idosa que só teve celulares comuns e não vai sobrecarregar com apps, o seu custo está dentro para o público a qual é destinado.
        Eu também não confio, mas ele até que está sobrevivendo rsrs.

        • Henrique Queirós

          Isso, um custo benefício bom.. Acho que, pra quem não tem grana pra algo melhor, uma marca perfeita.

          • E também para quem só usou dumbphones desde a era da Telesp Celular. É uma transição complicada para uma idosa de quase 80 anos, estes aparelhos caem muito bem para seu propósito.

          • Henrique Queirós

            você comenta eu sou imagino a voz da Hatsune deus comentando ahsuahsuaa

          • Hauhahuahua. Bom, a Miku já tem o seu banco de voz em español, será menos bizarro que usar seu banco de voz em japonês.

          • Henrique Queirós

            kkkkk sim

    • Alisson Bispo

      Se for consertado, qual o problema em comprar?

      • Até que se prove que o aparelho é confiável e não vai explodir na sua cara igual as bombas da Acme.

        • Dioguinho

          exatamente igual as bombas da acme só na sua cabeça mesmo kkk que argumento hein?!

          • ¯_(ツ)_/¯

          • Pablo Oliveira

            Mas ele(a) tá certo. Pare de proteger empresa. Se algum dia um telefone explodir na tua cara, volta aqui e conversamos depois.

          • Dioguinho

            Se um dia um celular explodir na minha cara eu ganho uma indenização boa.. mas também não sou otário de ficar propício a isso.. fazer ligações com o celular carregando por exemplo.. se você é um desses imbecis então parabéns!! é tanto mimimi que ouço por causa disso.. se desde o lançamento a Samsung esteve trabalhando pra detectar a falha e consertar acha que vai “explodir” de novo? Ps: entrar em combustão..

          • Pablo Oliveira

            Beleza. Então toda vez que a pessoa usar o smartphone vai: “Ah não! Tenho que tomar cuidado se não ele vai explodir na minha cara”!
            Isso é ridículo. Desde que não taca no fogo, o resto É CULPA DA EMPRESA que não tem capacidade de fazer uma coisa tão simples não acontecer.
            Atender o telefone no carregador e explodir, isso não justifica a incompetência da empresa. Na verdade isso só mostra o quanto é ruim tal produto. Se não aguenta coisas pesada no carregador… Como ligação etc. Pode enterrar a empresa no caixão.

            E indenização nenhuma vai apagar o ocorrido e deformação do corpo causado por explosão de uma bateria.

          • Dioguinho

            que parte do foi consertado você não entendeu -.-

          • Marcus Araújo

            “mas também não sou otário de ficar propício a isso.. fazer ligações com o celular carregando por exemplo..”

            Mas é otário de comprar um celular de baixíssima qualidade que você tem até medo de atender enquanto carrega (que, aliás, já te coloca em risco). Meus parabéns, meu chapa. Eu que não arrisco smartphone de marcas reconhecidamente problemáticas/ruins.

    • Frank Vinnicyus

      Também estou surpreso, não conheço ninguém que tenha um smartphone da marca. Na verdade, acho que nunca nem vi um smart Alcatel, a não ser pela internet.

      • Eu também não conheço, e por aqui onde trabalho não vi ninguém com um na mão.

      • CtbaBr

        Realmente… Nunca vi um desses!
        Também esses 3,8% da Apple são “surpreendentes”, para não dizer outra coisa!

      • tuneman

        MInha mulher tem um, mas parou de funcionar. Era muito bom para a época, mas ela deixou molhar e ele pifou com menos de 1 ano.

      • Aldo Anizio Lugão Camacho

        Quando a Alcatel começou a desembarcar no Brasil tive a oportunidade de comprar um One Touch Idol 6030n.

        Na epoca pelas configurações (Tela 4.7, Dual 1.2Ghz, 1GB de RAM) dele o preço estava muito bom, saindo por 399,99.

        Foi um dos melhores aparelhos que ja tive. Sem contar que a versão do Android que acompanha o aparelho é muito polida e não é lotada de bloatware como faz as grandes marcas.

        Se algum dia tiver a oportunidade de testar um Alcatel não pense duas vezes. recomendo muito.

  • Pablo Oliveira

    Apple faz o que bem entender sem pensar se os fãs vão gostar ou não. Tem que cair mesmo. Que caia mais para refletir essas estratégias egoísta do CEO.

  • E com isso tb aumenta os roubos e furtos a smartphones. Lamentável.. A q ponto chegamos.

    • Nesse caso é ponto para Apple!

      Bandido que rouba iPhone é bandido burro, pois está ficando cada vez mais difícil de aproveitar alguma coisa de um iPhone roubado.

      A Google (coitada!) até tentou implementar tal proteção, mas falhou miseravelmente.

      • Jorge Luis

        a maioria das peças podem virar reposição para outros aparelhos.

        • Isso nos aparelhos antigos. Nos novos ela está casando o touch id + tela… Ou seja, daqui há pouco só vai sobrar a bateria e a carcaça p/ reposição.

          Ainda assim é mais vantagem que no Android, que o cara precisa dar apenas um hard reset e já elvis.

          • Islan Oliveira

            Exato, isso que me deixa puto. O pior é que no Lollipop em diante mesmo com o celular bloqueado o cara consegue puxar os atalhos e pode desligar dados móveis, Wi-Fi e etc, então qualquer chance de você tentar fazer algo com o celular pela sua conta do google será frustrada. Codifiquei o meu celular, será se faz diferença? Pensei ter lido algo sobre, mas já faz tempo.

          • Se descobrir que dá certo, me avise!

      • Pode ser, mas acontece q não são os aparelhos q tem q se ajustar à nossa realidade, o que precisamos é de um governo que promova igualdade social e salários dignos. Emprego tá mto dificil mesmo neste país, mas a maioria dos malandros preferem roubar a ganhar 937, 1000 reais como peão de obra. É realmente pouco, mas claro, não justifica ser covarde e roubar de trabalhador.
        Enquanto nosso povo e nossos governantes não mudarem suas linhas de pensamentos, estamos lascados completamente.

  • Jack Silsan

    Poderiam fazer uma pesquisa sobre quais são os mais populares importados

    • Acho muito difícil mensurar, fora que poucas pessoas fazem isso, no meu círculo social, ninguém faz isso, por exemplo.

      • Jack Silsan

        No Tecnogrupo tem um bocado de gente que importou smartphones no ano passado

        • Eu sei, até participo de um grupo da xiaomi, mas na internet é mais fácil vc encontrar alguém com gosto em comum.

        • Flavio Toledo

          Meu iPhone comprei importado mas propvavelmente xiaomi ira liderar essa lista.

          • Jack Silsan

            Certeza

          • jairo

            Pelo que a Gearbest informou , os campeões de importação para o Brasil são os xiaomi e a one plus.

    • Jorge Luis

      provavelmente é o iphone. Estou vendo muita gente com ele ultimamente. Geralmente modelos antigos, como 5s ou 6.

      • Jack Silsan

        Pode até ser, mas tem muita gente importando da China

        • felipelsp

          Muita gente q vc segue e q tem conhecimento desses produtos! Mas o povao mesmo mal compra em sites grandes.. imagina em chineses!!

          • Jack Silsan

            A maioria ainda vai nas Casas Bahia mesmo e acaba levando algum Galaxy, Moto ou LG

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Valeria dar uma olhada no faturamento em cima dessas unidades vendidas.

  • JOSE HAROLDO SENA DE O. FILHO

    Deveriam medir o share das fabricantes no mercado de usados. Como a Apple e a Samsung (explosões a parte), têm um bom hardware e acho que disputam bem esse mercado.

    • felipelsp

      Problema eh como eles iriam analisar este mercado.. sendo q no ML/Olx vc acha aparelhos de todos os anos

      • JOSE HAROLDO SENA DE O. FILHO

        O ML/Olx poderiam fazer este levantamento. Nunca anunciei nada nestes sites e não sei como o anúncio é indexado, mas seria bem interessante fazer este levantamento.

  • Ramon Gonzalez

    Caramba a Alcatel entrou bem na lista até hein… Quem diria

  • Heitor89

    Nossa, que variedade! Que mercado maravilhoso é esse de smartphones no Brasil, com tantas opções e escolhas a se fazer! É um absurdo dizer que a Samsung monopoliza o seguimento! Ela não deve receber nenhum tipo de subsídio fiscal, não mesmo!!

  • Ricardo Lopes

    A Apple produz smartphones excelentes, mas o preço chega a ser ridículo para a realidade brasileira, mas é inegável que a marca e o seu status são muito fortes. Quanta gente prefere comprar um modelo de 2014, 2015 da Apple, pelo preço de um modelo novo e muito superior da Motorola ou outras. Eu mesmo comprei um Xiaomi Mi5s, com especificações excelentes, por 1/4 do preço de um Iphone atual.

  • Ricardo Lopes

    Muita gente percebeu que a Apple produz smartphones excelentes, mas a um preço que chega a ser ridículo para a realidade brasileira, mas é inegável que a marca e o seu status são muito fortes. Quanta gente ainda prefere comprar um modelo de 2014, 2015 da Apple, pelo preço de um modelo novo e muito superior da Motorola ou outras. Eu mesmo comprei um Xiaomi Mi5s, com especificações excelentes, por 1/4 do preço de um Iphone atual.

  • Adriano Dias de Oliveira

    O negócio é importar da China aparelhos bons por um custo honesto, mesmo pagando taxas e impostos.