Início » Celular » Samsung Galaxy S21: o que esperar dos sucessores do S20?

Samsung Galaxy S21: o que esperar dos sucessores do S20?

Samsung Galaxy S21 deve contar com ficha técnica avançada e muitas câmeras; confira expectativas e rumores para os celulares

Bruno Gall De Blasi Por

Samsung Galaxy S21: este é o possível nome para os próximos celulares premium da Samsung. Assim como a geração anterior, Galaxy S20, espera-se que os smartphones reúnam fichas técnicas avançadas com processador Snapdragon 875 ou Exynos 2100, baterias de até 5.000 mAh e câmera de até 108 megapixels.

Ao todo, três celulares devem ser apresentados: Samsung Galaxy S21, Samsung Galaxy S21+ e Samsung Galaxy S21 Ultra. Ainda assim, os nomes não foram confirmados; há, também, quem aposte em Samsung Galaxy S30, Galaxy S30+ e Galaxy S30 Ultra. Confira, a seguir, o que esperar dos lançamentos.

Possível Samsung Galaxy S21 (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

Possível Samsung Galaxy S21 (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

Samsung Galaxy S21 e S21+ com tela plana

Algumas mudanças são esperadas no visual. Acredita-se que o S21 e o S21+ terão tela plana, ao contrário de seus antecessores. Mas isto não significa o fim das bordas curvas: elas devem ficar somente para a variante Ultra, opção mais avançada (e mais cara) do trio.

Além disso, de acordo com informações de bastidores reveladas em novembro, a traseira do Samsung Galaxy S21 pode ser de plástico enquanto o S21 Ultra tende a manter o vidro. A câmera frontal, no entanto, deve permanecer em um furo no display.

Confira, a seguir, as possíveis especificações de tela dos celulares:

  • S21: 6,2 polegadas, resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz;
  • S21+: 6,7 polegadas, resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz;
  • S21 Ultra: 6,8 polegadas, resolução WQHD+ e taxa de atualização de 120 Hz;
Galaxy S21+ deve ter tela plana como S21 (Imagem: Reprodução/Ice Universe)

Galaxy S21+ deve ter tela plana como S21 (Imagem: Reprodução/Ice Universe)

Câmera principal de até 108 megapixels

Acredita-se que o Galaxy S21 e S21+ terão o mesmo conjunto fotográfico triplo, com câmera principal, ultrawide e teleobjetiva de 12 megapixels. As melhorias, portanto, ficariam para a opção mais avançada do trio, o Galaxy S21 Ultra.

Além da câmera principal de 108 megapixels e ultrawide também de 12 megapixels, o celular ainda pode trazer mais dois sensores de 10 MP, com zoom de 3x e 10x. Já a câmera frontal tende a manter os 40 MP da geração anterior.

Em meados de outubro de 2020, o Samsung Galaxy S21 e o S21 Ultra apareceram em imagens vazadas com câmeras posicionadas em uma base que se estende das bordas, no canto superior esquerdo. O mesmo deve ocorrer com o S21+.

S21 Ultra pode trazer uma câmera ou sensor extra no conjunto fotográfico (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer/Voice)

S21 Ultra pode trazer uma câmera ou sensor extra no conjunto fotográfico (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer/Voice)

Ficha técnica avançada com bateria grande

A ficha técnica avançada é uma característica aguardada nos lançamentos. Acredita-se que os smartphones da Samsung contarão com o processador Qualcomm Snapdragon 875 e Exynos 2100, a depender da região, em suas respectivas fichas técnicas. As quantidades de memória RAM e armazenamento, porém, ainda são um mistério.

A Samsung não deve fazer alterações drásticas nas baterias. Espera-se que a marca sul-coreana mantenha as mesmas capacidades do Galaxy S20 e Galaxy S20 Ultra em seus sucessores, de 4.000 mAh e 5.000 mAh, respectivamente.

A novidade ficaria para o S21+. Em setembro de 2020, a possível bateria do celular foi certificada com 4.800 mAh, pouco antes da homologação da peça pela Anatel. A capacidade é superior ao componente do Galaxy S20+, de 4.500 mAh.

Completam as possíveis especificações a conectividade 5G, Bluetooth 5.1, Wi-Fi 6 no S21 e S21+ e Wi-Fi 6E no S21 Ultra. Os celulares Samsung Galaxy ainda devem sair da caixa com Android 11 (One UI 3.1) de fábrica.

Suposta bateria do S21+ (Imagem: Reprodução/Safety Korea)

Suposta bateria do S21+ (Imagem: Reprodução/Safety Korea)

Sem carregador e fones de ouvido na caixa

Depois do iPhone 12, pode ser a vez da Samsung deixar o carregador e os fones de ouvido de fora da caixa de seus celulares. Isto porque a marca sul-coreana cogita lançar o Samsung Galaxy S21 sem os acessórios, que passariam a ser vendidos separadamente, conforme apontam os rumores recentes.

Outra possível novidade é o suporte à S Pen no sucessor do Galaxy S20 Ultra. O acessório, porém, não deve acompanhar o celular mais avançado do trio na caixa. No lugar, a Samsung pretende comercializar capinhas onde será possível armazenar a caneta junto ao telefone.

Galaxy S21 Ultra deve ter tela com bordas curvas (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

Galaxy S21 Ultra deve ter tela com bordas curvas (Imagem: Reprodução/Steve Hemmerstoffer)

Samsung Galaxy S21: quando e quanto?

Em geral, a Samsung apresenta os novos celulares da linha Galaxy S em fevereiro. A tradição, porém, pode ser quebrada desta vez: a expectativa é que a marca sul-coreana lance os sucessores do Samsung Galaxy S20 em janeiro de 2021 em disputa com Huawei e Apple.

Este artigo será atualizado com o decorrer do tempo caso novos rumores e informações sobre os celulares Samsung Galaxy venham a público no futuro.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LeandroCSC

Selfies sem aspecto boneca de cera. Será que finalmente a Samsung da um jeito nesse processamento? Pleno 2020 e ainda ter que reclamar sobre isso chega a ser piada … Tenho ctza que a ficha técnica vira muito boa. Espero mesmo é que venha com menos bugs como no S20 e que as atualizações não piorem recursos,algo comum em algumas atualizações da Samsung.

Fabio Neves (@Fabio_Neves)

O Hardware da Samsung sempre vem brutal.
Mas o software nunca consegue ficar polido o suficiente.

Alberto Roberto (@ComentarioMilGrau)

Que downgrade nas versões S21/21+. Vergonha venderem um smartphone com traseira de plástico e ainda por cima caro! Mas fazer o quê, parece que o consumidor “aceitou” o verde da Sammy no Note 20.

@Banana_Phone

Desde a época que criticavam a Samsung por vender a linha S com traseira de plástico, eu nunca me importei com isso, pois sempre uso capinha.
O que me importo é que seja um plástico de qualidade, como era na linha Lumia, não um plástico ruim e feio como foi no Galaxy S5.

Reinaldo Boson (@Ticano)

Falou tudo, galera fica falando de beleza do celular e a primeira coisa que faz é colocar uma capa de plástico no celular, ou alguém aí é vida louca pra usar o aparelho sem proteção arriscando um tombo e ralar ou quebrar o aparelho todo? O meu S10 tava a tanto tempo na capa que eu até esqueci qual era a cor dele, jurava que era preto e é azul Rsrsrsrs

² (@centauro)

A crítica, imagino eu, é mais no sentido de se cobrar tanto por um aparelho feito com um material supostamente barato e “inferior” (entre aspas porque depende muito do parâmetro que se usa pra se definir superioridade).

Claro que isso não leva em conta as especificidades do plástico que cada fabricante usa e os custos envolvidos.

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Extinguir a linha Note e não ter um espaço pra guardar a S Pen na Linha S é um tiro no pé na minha opinião.