Início » Aplicativos e Software » WhatsApp lança medidas para evitar clonagem e roubo de conta

WhatsApp lança medidas para evitar clonagem e roubo de conta

WhatsApp é clonado para roubar dinheiro ou obter informações confidenciais; saiba como ativar a verificação por duas etapas

Por
20/05/2019 às 11h50

A clonagem de WhatsApp vem ocorrendo há anos: um estelionatário rouba seu número de celular através de uma fraude chamada “SIM swap”, e conversa com seus contatos para pedir dinheiro ou obter informações confidenciais. Por isso, o WhatsApp implementou um alerta nas mensagens SMS de verificação de conta. Para maior segurança, o aplicativo também recomenda ativar a verificação por duas etapas.

Foto por USA-Reiseblogger/Pixabay

A nova medida é bastante simples: quando o usuário faz login novo em um celular Android, ele recebe via SMS uma sequência de seis números para verificação. Agora, a mensagem traz o aviso “Nao compartilhe este codigo”. Esse alerta chegará em breve ao WhatsApp para iPhone.

Para quem é experiente, isso não muda muita coisa. Só que o WhatsApp tem mais de 1,5 bilhão de usuários no mundo, e muitos podem não saber que esse código é essencial para obter acesso à conta.

WhatsApp oferece dicas caso sua conta seja roubada

“Com sua relevância e múltipla utilidade no Brasil, o aplicativo infelizmente também é alvo de golpes e o mais recente é a clonagem de número”, diz o WhatsApp em comunicado. A empresa menciona três dicas caso sua conta seja roubada:

  • solicite a verificação da conta via SMS: se você tiver acesso ao seu número de telefone, faça login no WhatsApp e confirme o código de 6 dígitos que chega via SMS — dessa forma, qualquer outra pessoa que esteja usando sua conta será desconectada automaticamente;
  • notifique amigos e família: se alguém tiver acesso à sua conta, entre em contato com pessoas próximas para avisá-los disso, porque estelionatários podem se passar por você para obter informações sigilosas e depósitos em dinheiro;
  • ative a verificação em duas etapas: talvez a dica mais importante de todas, pois oferece uma camada adicional de proteção ao exigir um PIN de seis dígitos durante o login.

Se você for vítima do “SIM swap”, apenas a autenticação de dois fatores pode te proteger. Afinal, você não terá mais acesso à sua linha de celular, não poderá realizar ligações através dela, nem receber o SMS de verificação.

Existem várias formas de se roubar uma linha móvel: o estelionatário pode ligar para a operadora fingindo ser a vítima e solicitar a transferência do número. Bancos de dados vazados, phishing e engenharia social são algumas das ferramentas usadas nesse intuito. Em alguns casos, até mesmo funcionários da operadora fazem a portabilidade a serviço de criminosos.

Para ativar a autenticação por dois fatores, abra o WhatsApp e siga o caminho Configurações > Conta > Verificação em duas etapas. Aproveite para ativar o 2FA nos principais serviços que você usa.

Se você ainda tiver problemas de WhatsApp clonado, a empresa recomenda entrar em contato com a equipe de atendimento através do e-mail [email protected]

Mais sobre: , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.