Início » Aplicativos e Software » WhatsApp lança medidas para evitar clonagem e roubo de conta

WhatsApp lança medidas para evitar clonagem e roubo de conta

WhatsApp é clonado para roubar dinheiro ou obter informações confidenciais; saiba como ativar a verificação por duas etapas

Felipe Ventura Por

A clonagem de WhatsApp vem ocorrendo há anos: um estelionatário rouba seu número de celular através de uma fraude chamada "SIM swap", e conversa com seus contatos para pedir dinheiro ou obter informações confidenciais. Por isso, o WhatsApp implementou um alerta nas mensagens SMS de verificação de conta. Para maior segurança, o aplicativo também recomenda ativar a verificação por duas etapas.

Foto por USA-Reiseblogger/Pixabay

A nova medida é bastante simples: quando o usuário faz login novo em um celular Android, ele recebe via SMS uma sequência de seis números para verificação. Agora, a mensagem traz o aviso "Nao compartilhe este codigo". Esse alerta chegará em breve ao WhatsApp para iPhone.

Para quem é experiente, isso não muda muita coisa. Só que o WhatsApp tem mais de 1,5 bilhão de usuários no mundo, e muitos podem não saber que esse código é essencial para obter acesso à conta.

WhatsApp oferece dicas caso sua conta seja roubada

"Com sua relevância e múltipla utilidade no Brasil, o aplicativo infelizmente também é alvo de golpes e o mais recente é a clonagem de número", diz o WhatsApp em comunicado. A empresa menciona três dicas caso sua conta seja roubada:

  • solicite a verificação da conta via SMS: se você tiver acesso ao seu número de telefone, faça login no WhatsApp e confirme o código de 6 dígitos que chega via SMS — dessa forma, qualquer outra pessoa que esteja usando sua conta será desconectada automaticamente;
  • notifique amigos e família: se alguém tiver acesso à sua conta, entre em contato com pessoas próximas para avisá-los disso, porque estelionatários podem se passar por você para obter informações sigilosas e depósitos em dinheiro;
  • ative a verificação em duas etapas: talvez a dica mais importante de todas, pois oferece uma camada adicional de proteção ao exigir um PIN de seis dígitos durante o login.

Se você for vítima do "SIM swap", apenas a autenticação de dois fatores pode te proteger. Afinal, você não terá mais acesso à sua linha de celular, não poderá realizar ligações através dela, nem receber o SMS de verificação.

Existem várias formas de se roubar uma linha móvel: o estelionatário pode ligar para a operadora fingindo ser a vítima e solicitar a transferência do número. Bancos de dados vazados, phishing e engenharia social são algumas das ferramentas usadas nesse intuito. Em alguns casos, até mesmo funcionários da operadora fazem a portabilidade a serviço de criminosos.

Para ativar a autenticação por dois fatores, abra o WhatsApp e siga o caminho Configurações > Conta > Verificação em duas etapas. Aproveite para ativar o 2FA nos principais serviços que você usa.

Se você ainda tiver problemas de WhatsApp clonado, a empresa recomenda entrar em contato com a equipe de atendimento através do e-mail [email protected]

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel P B
medida bem lixo, devia incentivar era o 2fa. Nem 5% das pessoas usam
Keaton
Nope.Mas acredito que tu tenha de fazer B.O. explicando a situação (para ter prova que tu já denunciou) e ir à loja da operadora para tentar resolver (se possivel em posse de uma cópia do B.O.)
Baidu feat MC Brinquedo
Alguém já pediu ajuda ao WhatsApp em caso de clone?Gostaria de saber como eles procedem nesses casos.
Baidu feat MC Brinquedo
Mas tem o PIN de 6 dígitos.Ele recebe o código para ativação, mas não terá o seu PIN.
Jonathan
Isso serve não necessariamente quando há clonagem de número, e sim para quando uma pessoa leiga recebe uma ligação/mensagem de um golpista pedindo o código.
John Smith
Bandido com seu número clonado recebendo o SMS:"bls meu chapa naum vô compartilhá u codego com ninguem n, valeu"