Início » Celular » LG pode parar de usar telas da LG em celulares

LG pode parar de usar telas da LG em celulares

Celulares da LG passariam a adotar telas OLED da chinesa BOE em vez da LG Display

Por
08/07/2019 às 12h04

Na série das manchetes curiosas da semana, temos a LG: a empresa pode parar de usar telas OLED da subsidiária LG Display em seus próprios smartphones. De acordo com o site coreano The Elec, os novos aparelhos da LG adotariam painéis da fabricante chinesa BOE Technology, que vem ganhando espaço no setor.

LG V50 ThinQ: capa adiciona segunda tela ao aparelho

A BOE já estava roubando o espaço da LG no mercado de telas para smartphones nos últimos meses. A Huawei, que utilizava principalmente os OLEDs da LG Display nos celulares premium, mudou de fornecedor no P30, que passou a ter um painel da parceira chinesa.

A mesma mudança aconteceu no segmento LCD, em que a BOE e a Tianma Microelectronics aumentaram suas fatias de mercado — sendo que esta última se tornou recentemente a líder mundial em fornecimento de telas LTPS LCD, ultrapassando a Japan Display (JDI).

E por que a LG Electronics pode abandonar os painéis da LG Display? Primeiro por causa dos custos: fabricar na China é mais barato que na Coreia do Sul, o que permitiria melhorar as margens da divisão de smartphones, que só tem tido prejuízo. O plano de corte de custos também envolve transferir a linha de produção de celulares para o Vietnã.

LG G7 ThinQ

Segundo porque a LG Display ficou mal das pernas depois de perder clientes: as vendas de telas caíram 34% em um ano. No primeiro trimestre de 2018, segundo o The Elec, os maiores clientes foram a Apple (que comprou 57% das telas), LG (22%) e Huawei (13%). Mas, um ano depois, de acordo com a consultoria IHS Markit, a Apple pulou para 85% de participação nas vendas, mesmo sem ter aumentado os pedidos à LG Display.

E a própria relação entre LG e LG (!) não andava bem: fontes da indústria dizem que a divisão de celulares da LG estava fazendo pedidos em uma escala pequena para manter os estoques mais baixos, o que chegou a causar até uma interrupção no fornecimento do V50 ThinQ, topo de linha com tela OLED da LG.

Tempos difíceis. E pode ficar pior, não só para a LG.

Mais sobre: ,