Início » Legislação » Governo da Síria corta internet 3G, DSL e até dial-up

Governo da Síria corta internet 3G, DSL e até dial-up

Por
8 anos atrás

Depois da capital do país ser tomada por uma revolta popular, o governo sírio resolveu fazer o que todo o governo totalitário faz ao perceber que manifestantes podem se organizar pela internet: cortou seu acesso completamente. Segundo a Al Jazeera, especializada em cobrir conflitos no Oriente Médio, os cidadãos sírios perderam o acesso por meio de redes de banda larga 3G, DSL e até por conexões dial-up.

Existem vários provedores de internet no país, mas de acordo com a empresa de análise de rede Renesys, todo o tráfego de internet síria depende uma telecom específica chamada SyriaTel. Ela é estatal, controlada pelo governo. Provavelmente por causa disso que a internet foi cortada com tanta facilidade. 40 das 59 rotas de internet que levam a servidores na Síria foram retiradas das tabelas de roteamento internacional, ainda segundo a Renesys.

Alguns sites do governo ainda estão acessíveis, mas a rede como um todo sofreu uma queda de tráfego considerável, perdendo cerca de 2/3 das rotas, como você pode ver no gráfico acima.