Notícias Celular

Clientes não conseguem ativar iPhone 14 dos EUA em operadoras brasileiras

Problema parece afetar iPhone 14 Pro e usuários da Vivo; site da Anatel mostrava bloqueio de IMEI, mas agência diz se tratar de erro

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Muita gente compra o iPhone no exterior para pagar mais barato e receber o aparelho sem precisar esperar o lançamento no Brasil. Para algumas pessoas, porém, isso parece estar se tornando uma dor de cabeça. Donos de iPhones 14 comprados nos EUA dizem estar com dificuldades para ativar seus aparelhos por aqui, e alguns contam até que o IMEI foi bloqueado.

iPhone 14 Pro
iPhone 14 Pro (Imagem: Reprodução / Apple)

Os relatos foram notados pela primeira vez pelo Blog do iPhone, na segunda-feira (19). A publicação observou relatos de compradores do iPhone 14 nos EUA que, ao chegar ao Brasil, não conseguiam mais usar os aparelhos nem ativá-los nas operadoras. O problema parece ser restrito, ou no mínimo mais comum, no iPhone 14 Pro.

Ao jornalista Filipe Espósito, do site 9to5Mac, a Apple diz estar investigando o problema.

Anatel nega bloqueio de IMEI

Uma das informações é que, ao consultar o IMEI do iPhone 14 comprado nos EUA no sistema da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o telefone consta como bloqueado.

O Tecnoblog procurou a Anatel. A agência declarou que a informação de bloqueio aparecia no site devido a um erro. A entidade disse ainda que a ABRT, gestora do portal, já está a par sobre a situação e corrigiu o problema.

Em outra resposta, a Anatel diz que não realiza o bloqueio direto dos aparelhos, apesar do projeto Celular Legal.

Clientes de Vivo e TIM relatam problemas

As respostas ao Blog do iPhone no Twitter também mostram que a dificuldade maior parece estar relacionada à Vivo. Alguns conseguiram ativar o eSIM, enquanto outros, não.

Nas outras operadoras, ao menos um cliente da TIM disse não ter conseguido ativar o chip virtual na loja.

Fontes internas das empresas dizem que o problema seria relacionado à validação de EID, demandando uma atualização dos sistemas utilizados pelas operadoras.

Lucas Braga, repórter especialista em telecom do Tecnoblog, explica que o EID é uma espécie de “número de série do eSIM”. A Vivo utiliza este dado em seu sistema para ativar os chips virtuais. Já Claro e TIM vendem cartões com QR Code, sem precisar de dados dos aparelhos.

O Tecnoblog entrou em contato com a Vivo, que enviou o seguinte posicionamento:

A Vivo informa que trabalha desde novembro de 2018 com a habilitação gratuita do eSIM em todos os smartphones e relógios conectados embarcados com esse recurso. A ativação para clientes pessoa física é feita em lojas físicas e pelo Vivo em Casa, atendimento 100% remoto via consultor da Vivo por WhatsApp.

A operadora também indicou um mapa de lojas com o serviço Vivo em Casa.

iPhone 14 dos EUA não tem bandeja de chip

Uma das novidades do iPhone 14 é que o modelo vendido nos EUA abandonou o chip físico — ele só aceita chips virtuais eSIM. Essa mudança só vale para o país norte-americano. Em outros países, a bandeja para nanoSIM continua existindo.

A compatibilidade com chips virtuais não é novidade — ela existe desde os iPhones XR e Xs, de 2018. Esta é a primeira vez, porém, o chip físico é completamente descartado. Isso libera mais espaço para componentes internos e ajuda na proteção contra líquidos.

Por outro lado, usar um eSIM no Brasil pode ser inconveniente. Claro, TIM e Vivo usam chips virtuais não reutilizáveis — ou seja, não é possível passá-los de um aparelho para outro, sendo necessário pedir um novo para a operadora.

Com informações: Blog do iPhone.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque