Threads chega ao Android e iPhone; conheça nova rede social do Instagram

Aplicativo da Meta aceita posts de 500 caracteres e vídeos de 5 minutos. Threads tem feed com pessoas que você segue e conteúdo escolhido por algoritmo.

Thássius Veloso
Por
• Atualizado há 10 meses
Mão segura celular. Nele está a marca do aplicativo Threads.
Threads é a nova rede social do Instagram (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

O aplicativo Threads está disponível para Android e iPhone desde as 20h de hoje. A nova rede social do Instagram – bastante aguardada, diga-se de passagem – tem funcionamento bastante similar ao Twitter: ela se baseia em postagens de texto com até 500 caracteres. Os usuários ainda podem incluir fotos e vídeos de até 5 minutos. Os perfis podem ser públicos ou fechados. Para completar, os adeptos da nova plataforma podem decidir quais pessoas irão responder aos posts.

É necessário login no Instagram para acessar o Threads. Aliás, a título de curiosidade: o app é listado na App Store da Apple como publicado pela mesma equipe da rede social de fotos/vídeos. O Threads é de graça e, ao menos neste primeiro momento, não tem nenhuma publicidade. O lançamento estava previsto para quinta-feira (06) e foi antecipado pela Meta em um dia.

O que é Threads? Veja 10 fatos no resumo abaixo

  1. Feed com conteúdo de pessoas que você segue e de criadores recomendados pelo algoritmo.
  2. Posts podem ter até 500 caracteres.
  3. Links, fotos e vídeos também são aceitos.
  4. Os vídeos podem ter até 5 minutos.
  5. Perfis podem ser públicos ou privados.
  6. Usuários menores de 16 anos terão perfil fechado por padrão.
  7. O autor consegue escolher se o post poderá ser respondido por todos, por seguidores ou somente pelos usuários citados.
  8. Disponível inicialmente em mais de 100 países.
  9. Não precisa de convite. Basta usar a conta no Instagram para fazer o login.
  10. No futuro, será compatível com o protocolo ActivityPub, estabelecido pelo W3C para redes sociais abertas.
Três prints lado a lado do aplicativo Threads. O primeiro tem a tela inicial, o segundo tem uma conversa entre pessoas e o terceiro exibe um único perfil de usuário.
Zuckerberg anunciou oficialmente o aplicativo Threads em 06.07.2023 (Imagem: Divulgação/Meta e Vitor Pádua/Tecnoblog)

Aqui estão os links para download: Android e iPhone (iOS). Aproveite para seguir o Tecnoblog por lá: @tecnoblog.

Rede social para bilhões

Qual o motivo de ser do Threads? Numa nota recebida pelo Tecnoblog, o conglomerado Meta diz que bilhões de pessoas se conectam por meio de fotos e vídeos no Instagram. “O nosso objetivo com o Threads é reunir o que o Instagram faz de melhor e expandir para o texto, criando um espaço positivo e criativo para que as pessoas expressem as suas ideias”, complementa a empresa.

Haverá controle de visibilidade das postagens e mecanismos de segurança. Segundo a empresa, o usuário poderá deixar de seguir, bloquear, restringir ou denunciar um perfil. Todas as contas já bloqueadas no seu Instagram serão automaticamente bloqueadas no Threads.

Prints do aplicativo Threads
Primeiros ajustes do app Threads (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Prints do aplicativo Threads no celular
Primeiros ajustes do app Threads (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

As mesmas regras de comunidade do Instagram serão aplicadas aos conteúdos e interações que ocorrerem no Threads. A Meta estimou investimento de US$ 16 bilhões em segurança desde 2016 (em todos os apps e plataformas), o que dá por volta de R$ 77,8 bilhões.

Threads já nasce grande

A plataforma do Threads entra no ar com nomes de peso tanto do mercado brasileiro quanto mundial. Os apresentadores Marcos Mion e Maisa Silva, os influencers Lucas Rangel e Pequena Lo, e as cantoras Shakira e Ellie Goulding fazem parte da chegada do app.

Confira abaixo a lista de famosos no Threads. Eu perguntei à Meta se haveria campanha de divulgação na mídia brasileira, mas no momento a empresa não tem informações sobre o assunto.

  • Celebridades brasileiras: Marcos Mion, Maisa Silva, Ivete Sangalo, Thelminha, Astrid Fontenelle, Juliette, Alok e Babu Santana
  • Criadores de conteúdo brasileiros: Lucas Rangel, Ivan Baron, Pequena Lo, Virginia, Tucumã Pataxó e Monique Evelle
  • Artistas globais: Shakira, Ellie Goulding, Nick Jonas, Coldplay e Gordon Ramsay

“Adeus, Twitter”

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, parece estar se aproveitando do mau momento do Twitter para lançar uma rede social com funcionalidades bastante similares. Em resumo, o Threads é uma plataforma para postagens em texto. Outras pessoas podem compartilhar e participar da conversa. Tudo isso está no Twitter – e também estaria no Facebook, mas parece que ninguém acessa mais a outra rede.

Elon Musk comanda o Twitter desde outubro de 2022. O empresário se envolveu numa série de polêmicas de lá para cá, desde os rumos da plataforma, até a escolha da nova CEO ou a recente cota no número de tweets que cada pessoa pode ver.

Elon Musk com boca aberta, de onde saem pássaros do Twitter
Elon Musk recentemente determinou limite no número de tweets que cada usuário pode ver (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Não sei na sua timeline, mas na minha existe uma grande dúvida sobre “para onde iremos?” quando Musk supostamente matar a plataforma (por decisão própria ou pelos constantes desmandos). Ao que tudo indica, o Threads é a resposta proposta por Zuck.

Não por acaso, “adeus, Twitter” rapidamente chegou aos Trending Topics após a publicação do app Threads nas lojinhas da Apple e do Google.

As principais perguntas e respostas sobre a nova rede

Ícone do Threads na App Store do iPhone (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Ícone do Threads na App Store do iPhone (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Como criar conta no Threads?

Hoje em dia não é possível criar uma conta específica para o Threads. A plataforma exige que o login seja feito a partir da conta no Instagram. Basta instalar o aplicativo gratuito do Threads para Android ou iPhone e selecionar o login via Instagram.

Como mudar o tipo de feed do Threads?

Muita gente achou estranho visualizar postagens de pessoas desconhecidas no feed do Threads. Não é possível exibir os posts somente das pessoas que você segue. O algoritmo também coloca conteúdo de influenciadores. Adam Mosseri, CEO do Instagram, disse que o feed cronológico deve chegar ao Threads no futuro.

Posso usar o Threads no PC?

O Threads foi lançado como aplicativo para celular. É por meio dele que as pessoas podem postar conteúdo e interagir. Ele também conta com o site oficial threads.net, que permite visualizar alguns conteúdos, mas passa por várias restrições de funcionalidades. A própria página informa: “Baixe o app para curtir, responder e publicar”.

Print de site da internet com postagem e interações abaixo
Interface do site threads.net no computador (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Dá para escolher nome de usuário diferente no Threads?

Não. Tem que ser exatamente o mesmo do Instagram.

Como escolher entre tema claro ou tema escuro no Threads?

Não tem como. O app do Threads segue o mesmo tema ativado para todo o sistema do smartphone – seja ele Android ou iOS.

Como conseguir selo de verificado no Threads?

O Threads é uma rede social derivada do Instagram. Os mesmos selos de verificado da rede de fotos/vídeos aparecem na nova plataforma de texto. Pessoas físicas podem contratar o Meta Verified por R$ 55 mensais caso queiram o selo azul.

Print do aplicativo Threads no celular. Página de perfil exibe nome, bio, foto e eventual selo de verificado, entre outros dados.
Threads repete o selo de verificado do Instagram (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Dá para ver os assuntos do momento no Threads?

Por enquanto não. Tudo gira em torno do feed baseado em algoritmo. Não existe nada no formato dos Trending Topics do Twitter.

Como excluir o perfil no Threads?

Essa é uma pergunta comum e bastante capciosa. O usuário pode desativar o perfil do Threads e continuar com o perfil do Instagram. Ou seja, o primeiro desaparece, enquanto o segundo continua lá. A exclusão total do Threads requer a exclusão também da conta do Instagram. O CEO do Instagram, Adam Mosseri, disse que a empresa tem planos de mudar isso.

Relacionados