Início » Web » Chrome não terá mais suporte a aplicativos no navegador

Chrome não terá mais suporte a aplicativos no navegador

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Além de extensões e temas, o Chrome também roda aplicativos no próprio navegador, usando recursos da web, mas “fora” do Chrome. Só que esse recurso não parece ter vingado: nos próximos dois anos, o Google vai retirar os apps do navegador no Windows, macOS e Linux, deixando-os exclusivos para o Chrome OS.

Essa estratégia, segundo a empresa, é para “simplificar” o navegador (finalmente!), uma vez que apenas 1% dos usuários nas três plataformas usa ativamente esses aplicativos. Os mais populares, como Spotify, Evernote e até apps do próprio Google, como YouTube ou Fotos, carregam apenas a interface web ou até te redirecionam para o site.

chrome-app-launcher

Por mais que no Chrome OS isso faça sentido, para fixar o serviço na barra de tarefas ou na área de trabalho, em outros sistemas operacionais os apps são redundantes. Toda essa estrutura deveria também deve consumir alguns bons recursos do seu computador, fazendo com que o Chrome chupe a sua bateria com canudinho.

Até o final do ano, aplicativos do Chrome só estarão disponíveis para o Chrome OS. Na segunda metade de 2017, a loja do Chrome não mostrará mais aplicativos, mas quem ainda tem algo instalado poderá continuar usando até 2018, quando os apps não poderão ser nem carregados. As extensões e temas funcionarão da mesma forma.

Para o Chrome OS, tudo continua igual. Essa plataforma de aplicativos vai continuar existindo aliada aos aplicativos do Google Play, que também funcionarão no sistema operacional. Será que agora vai?

  • MacielLucas

    Vão retirar as extensões e temas ?

    • Danilo Azevedo

      Não.

  • Joshué Fusinato

    E o Videostream for Chromecast, como fica? Melhor ferramenta pro Chromecast disponível!

    • Bruno Casado

      pensei nisso =/

    • Bruno Casado

      se isso acontecer não vai dar pra syncar com o chrome fechado……. zuadooooo

    • Nossa, nao tinha pensado nisso!
      Mas os devs do videostream deverão bolar outra coisa!

    • Tiago Celestino

      Vai virar uma extensão ou uma web app usando algum framework baseado no Chromium.

    • Rafael Moreira

      Joshué acho que irá se tornar um aplicativo de areá de trabalho. Já experimentou o Plex ? Acho ele melhor que o Videostream. Pode instalar o APP no celular para usar como controle remoto, e pode instalar o aplicativo no PC para atuar como media server. Muito interessante, o aplicativo abre uma interface web, e você adiciona os conteúdos de filme. Basta deixa o PC ligado, e executar o APP no celular. No próprio APP você define idioma e legenda, depois só clicar no ícone transmitir para o chromecast..

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Poxa, e a área de trabalho remota do Chrome? É uma maravilha pra não ter que mapear PC pra fora da rede e fazer remote desktop…

  • Jacques

    Bom, só uso o tweetdeck assim, que na real é apenas uma janela que abre a url do mesmo.

  • Marco Oliveira

    Eu uso muito o Hangouts por esse app, vc fica sempre online. No navegador, so mostra “online” quando está na tela do e-mail.

    Uma pena isso.

    • Matheus

      Você e mais os dois outros usuários sentirão falta :v

      • Marco Oliveira

        por isso que desativarão, realmente quase ninguem usa.

  • Carlos Henrique Cabral

    Minha única preocupação é o Chrome Remote Desktop, mas tenho esperança que o Google integrará de modo nativo.

  • Fábio Gonçalves

    uso o Keep =(

    • Vitor Hugo

      keep.google.com

  • Willian Lhorente

    Eu uso o postman para testar requisições ajax. Alguém conhece algum outro aplicativo?

    • Tiago Celestino

      Infelizmente, igual ao Postman não vai encontrar, só se for online mesmo.

  • _KJ

    1. Nunca vi sentido nessa bagaça, não sei se teve evolução mas quando fui utilizar logo no início era apenas um atalho para a web (?).
    2. 2 anos???

    Deveriam se preocupar com os engessados Google+ e principalmente o Google Play Music respeitando aos usuários que pagam pelo serviço.
    Sem falar no App do YT que até hoje não tem opção de curtir/visualizar curtidas dos comentários a não ser pela integração maluca de notificações pelo G+.
    Google Agenda e News (web) congelaram no tempo do Orkut.

    • Tiago Ferrari

      A intenção deles quando lançaram essa funcionalidade era criar uma biblioteca de aplicativos para o ChromeOS antes de o ChromeOS ser lançado. Ou seja, estratégia, simples assim.

  • Adriano Garcez

    Eu uso o Pomodoro no Chrome; e agora, como fica?

    • Quando acabar, devem dar um jeito com os apps. Também me pergunto como que vai ficar com a Área de Trabalho Remota do próprio Google, que uso bastante.

  • Tiago Celestino

    Até usava os apps quando o Chrome era meu browser padrão, porém não fazem falta hoje (uso o Safari e Firefox).

  • Bruno Guerreiro

    Será que eles vão lançar uma alternativa ou algo a parte?

    É uma decisão curiosa, visto que programas como Hangouts, Chrome Remote Desktop e o Google Keep são Chrome Apps!

  • Mario Junior ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Finalmente estão fazendo algo de útil!

  • Quem é aeromodelista tem boa possibilidade de conhecer o Cleanflight Configurator ou o Baseflight Configurator. São aplicativos para configurar os Flight Controllers Naze32, Afro32, CC3D, SPRacing F3 e tantos outros baseados nos microcontroladores SMT32, usados principalmente em Drones (quadricópteros, hexa, octa), mas que servem também em outros tipos de aeromodelos (Asa fixa, asa rotativa, tricópteros, bicópteros, etc).

    Esses aplicativos rodam dentro do Google Chrome. Funcionam inclusive offline. São muito úteis. A vantagem era justamente poder rodar ele em qualquer sistema operacional tendo apenas um único código fonte para manter.

    É duro o Google matar dessa forma as plataformas que lança… Mesmo que tenham pouca aderência, para as pessoas que investiram tempo nessas plataformas é complicado ter simplesmente que mudar toda sua infra de uma hora para outra.

  • Essa mudança será ruim para quem usa os documentos do Google Drive enquanto estiver offline. Para empresas, será ainda pior, porque se a internet cair, ninguém terá acesso aos documentos da empresa que estiverem na plataforma.