iOS 18: Apple pode anunciar parceria com OpenAI na WWDC

Apple vai usar tecnologia da OpenAI para colocar chatbot no iPhone, mas outros recursos de IA serão desenvolvidos "em casa"

Giovanni Santa Rosa
Por
Logotipo da Apple
Apple preferiu não lançar um chatbot próprio no momento (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Apple pode anunciar uma parceria com a OpenAI para colocar um chatbot de inteligência artificial no iOS 18. Outros recursos de IA ficarão a cargo da própria fabricante do iPhone, que deve dividir o processamento entre o dispositivo e a nuvem.

As informações são do jornalista da Bloomberg Mark Gurman. De acordo com a publicação, executivos da Apple ficaram reticentes quanto a desenvolver um chatbot próprio, com medo de que controvérsias pudessem arranhar a reputação da empresa. ChatGPT, da OpenAI, e Gemini, do Google, receberam críticas por informações erradas ou criações imprecisas.

Logo da WWDC 2024
Apresentação de abertura da WWDC 2024 está marcada para 10 de junho (Imagem: Divulgação / Apple)

Mesmo assim, as lideranças da Apple acham que os usuários vão exigir um recurso deste tipo — para efeito de comparação, o Android virá recheado de IA. Portanto, uma parceria com outra empresa era uma saída natural para oferecer o recurso sem precisar arcar com os custos e os riscos do desenvolvimento.

A Apple teria conversado com o Google, mas a decisão final seria mesmo pela OpenAI. Gurman afirma que a OpenAI está se preparando para ter capacidade suficiente para aguentar um grande influxo de usuários.

Apple terá IA própria no dispositivo e na nuvem

Além de integrar um chatbot da OpenAI no iOS 18, a Apple estaria desenvolvendo recursos próprios de inteligência artificial. Eles serviriam para tarefas mais simples, como resumir notificações, dar os pontos principais de notícias e transcrever gravações de voz.

Ferramentas já existentes seriam melhoradas, como sugerir apps e identificar possíveis eventos para o calendário. Outra novidade seria editar imagens usando IA. Gurman diz, porém, que isso não vai impressionar quem usou as ferramentas da Adobe nos últimos meses.

Algumas destas tarefas seriam realizadas no próprio aparelho, mas isso não seria possível para todas. Por isso, a Apple faria parte do processamento na nuvem. Há duas semanas, o analista Jeff Pu trouxe a informação de que a Foxconn estaria fabricando os servidores de IA da empresa, que devem usar o chip M2 Ultra.

Com informações: Bloomberg

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados