censura

Emenda na reforma eleitoral permite censurar quem fala mal de político na internet; Temer vai vetar

06/10 às 10h24 por

A reforma política, que estabelece o fim das coligações partidárias, um teto de gastos para candidaturas e um fundo com recursos públicos para financiar campanhas, ganhou uma emenda do deputado Aureo (SD-RJ) nesta quinta-feira (5) que permite censurar quem fala mal de político na internet, mesmo sem ordem judicial. Pelo texto da emenda, empresas como Facebook, Google e Twitter deveriam ter um mecanismo que permita suspender um conteúdo denunciado em até 24 horas, com base em uma simples notificação. Não seria necessário obter nenhuma ordem judicial, indo de encontro ao que estab

WhatsApp, Facebook, YouTube e Twitter estão bloqueados na Turquia

04/11/2016 às 16h50 por

A Turquia está sob censura: os principais serviços de comunicação, incluindo WhatsApp, Facebook e Twitter, foram bloqueados pelos provedores na madrugada desta sexta-feira (4). Os bloqueios afetaram primeiro os usuários das estatais TTNet e Turkcell, as duas maiores operadoras de banda larga e telefonia móvel do país, respectivamente. Segundo o Turkey Blocks, que está acompanhando os bloqueios de internet na Turquia, é a primeira vez que são impostas restrições de acesso a n

Projeto de lei quer exigir CPF para acessar a internet

10/10/2016 às 13h47 por

Em tramitação no Congresso, o projeto de lei 2.390/2015 pode colocar em risco a liberdade na internet. De autoria do deputado Pastor Franklin (PP-MG), o texto prevê a criação do Cadastro Nacional de Acesso de Internet, com o objetivo de “proibir o acesso de crianças e adolescentes a sítios eletrônicos com conteúdo inadequado”. Para funcionar, o sistema exigiria que todos os usuários informassem o nome completo, CPF e outros dados pessoais a cada cone

Facebook desiste de manter vídeos de decapitação e revisa políticas para conteúdo impróprio

23/10/2013 às 16h41 por

Até a liberdade de expressão tem limite. Essa parece ter sido a lição aprendida pelo Facebook nos últimos dias, já que em 24 horas a rede social decidiu reverter a decisão de manter circulando no site vídeos com cenas de violência, como o emblemático caso da decapitação de uma mulher por um cartel mexicano. O caso suscitou bastante revolta na rede por parte de usuários que se sentiram incomodados com a exposição a tais cenas fortes e de psicólogos e profissionais ligados à saúde mental, que alertavam sobre os danos psíquicos que a exposi

Irã desbloqueia acesso ao Gmail, mas promete serviços próprios

03/10/2012 às 15h01 por

No final da segunda-feira (1º), o governo do Irã decidiu desativar o bloqueio instituído ao Gmail na última semana do mês passado. A mudança de atitude foi esclarecida: segundo um membro do ministério das telecomunicações iraniano, o bloqueio ao serviço de email do Google foi uma consequência "involuntária da tentativa de censura do YouTube", que por sinal continua bloqueado.

Juiz eleitoral volta atrás: divulgar notícias (!) não prejudica candidato

26/09/2012 às 15h41 por

O portal do Estadão está livre para publicar um post que, na semana passada, sofreu censura imposta pelo juiz eleitoral Adão Gomes de Carvalho. A advogada do candidato à prefeitura de Macapá, Roberto Góes (PDT), obteve na semana passada decisão favorável à remoção de um post que relembrava a história controversa do prefeito. Em nova decisão, o mesmo juiz eleitoral vo

Irã bloqueia Google e se prepara para sair da internet

24/09/2012 às 13h27 por

Ontem o governo iraniano declarou na TV que iria bloquear o acesso ao Google e ao Gmail, impedindo que os moradores do país usassem os serviços. O bloqueio é o primeiro passo de um plano com objetivo ainda mais assustador: retirar completamente o país da internet, criando uma rede apenas interna isolada do resto do mundo. Segundo o ministro das comunicações e tecnologia, Ali Hakim-Javadi, agências do governo já começaram a se conectar na chamada "rede nacional da informação" e nos próximos meses os demais cidadãos deverão ser redirecionados a ela.

Twitter revela quais países mais pediram dados dos seus usuários

03/07/2012 às 12h14 por

Em 2011 o Google lançou o chamado "Relatório da Transparência" em que exibia uma lista de organizações e entidades governamentais que mais requisitaram dados sobre seus usuários ou pediram remoção de informações. Inspirados por essa iniciativa, o Twitter anunciou hoje a criação do seu relatório de transparência, exibindo informações similares às do Google mas obviamente relacionadas ao próprio serviço. Segundo o Twitter, apenas 5 países pediram remoção de dados por conteúdo considerado ilegal nas suas jurisdições, sendo metade por ordem

EUA e Egito podem proibir pornografia na internet

27/03/2012 às 19h31 por

O chamado "Conselho Supremo das Forças Armadas", no comando do Egito desde a queda do ditador Hosni Mubarak em fevereiro de 2011, está executando um plano de bloquear completamente o acesso à pornografia online aos navegantes do país. Mohamed Salem, ministro das telecomunicações e informações tecnológicas (hein?) do país, anunciou seu plano na semana passada. De acordo com o governante, em breve irá se reunir com a Autoridade Nacional de Regulamentação das Telecomunicações para "expor os métodos eletrônicos necessários para controlar o acesso a sites adultos". Ou seja, censur

Google e Facebook vão a julgamento na Índia por não colaborarem com censura

13/03/2012 às 12h10 por

Começa hoje em Nova Délhi, na Índia, um importante julgamento que tem Google e Facebook como réus. As autoridades reguladoras de comunicações no país questionam a capacidade dos dois gigantes da internet de promover com eficácia a censura determinada em lei pelos legisladores. Executivos de Google e Facebook podem ser condenados a cumprir pena na prisão, na pior das hipóteses. Desde o ano passado a Índia vem aumentando os termos que devem passar por censura na internet de que dispõem os internautas locais. Assim como no Grande Firewall da China, uma

Blogger adota censura de posts em alguns países

01/02/2012 às 12h10 por

Sem qualquer alarde, o Google iniciou uma mudança estrutural na forma como lida com os acessos ao Blogger faz três semanas. Em resumo, a empresa agora admite realizar a censura prévia de conteúdos específicos seguindo critérios adotados em alguns países. A medida visa a atender legislações específicas para posts publicados na plataforma de blogs. Quem descobriu a informação foi o blog Techdows na terça-feira (31/01). Uma

Carregar mais posts