Início » Celular » ARM Cortex-A72: o processador do seu próximo smartphone consumirá bem menos energia

ARM Cortex-A72: o processador do seu próximo smartphone consumirá bem menos energia

Paulo Higa Por
5 anos atrás

A ARM, empresa britânica que licencia sua arquitetura para dezenas de fabricantes e provavelmente está dentro do seu smartphone, anunciou nesta terça-feira (3) os detalhes do Cortex-A72, núcleo baseado em 16 nanômetros que deverá aparecer nos dispositivos lançados em 2016. Os processadores baseados na tecnologia consumirão até 75% menos energia que os chips atuais quando fazem o mesmo trabalho.

O ganho de desempenho deverá ser bem grande: a ARM diz que os Cortex-A72 terão velocidade até 90% maior que os Cortex-A57 de 64 bits, usados em processadores como Snapdragon 810 (G Flex 2) e Exynos 5433 (Galaxy Note 4). Ao longo de cinco anos, o aumento foi impressionante: os chips Cortex-A72 são até 50 vezes (!) mais rápidos que os processadores topos de linha ARM de meados de 2010.

arm-chip

O Cortex-A72 suporta instruções de 64 bits e funcionará com frequência de até 2,5 GHz nos smartphones — em dispositivos de maior porte, o clock chegará aos 3,0 GHz. O big.LITTLE, aquela tecnologia que permite mesclar arquiteturas diferentes no mesmo chip, também está presente, o que significa que os fabricantes poderão lançar processadores com núcleos Cortex-A72 (de alto desempenho) e Cortex-A53 (de baixo consumo de energia).

Também houve upgrade na capacidade de processamento gráfico: a nova GPU Mali-T880 octa-core consegue entregar 80% mais desempenho em relação ao modelo anterior e está preparada para suportar reprodução de vídeos em 4K a 120 quadros por segundo — prepare-se para tablets com resoluções insanamente altas chegando ao mercado.

A ARM, que não fabrica processadores, mas licencia sua tecnologia para terceiros, diz que mais de 10 fabricantes já possuem autorização para produzir chips baseados em Cortex-A72. Se tudo der certo, os novos processadores devem aparecer entre o final de 2015 e início de 2016.

Com informações: Tom's Hardware, Re/code.

Mais sobre: ,