Início » Celular » Anatel homologa primeiro smartphone da Xiaomi no Brasil

Anatel homologa primeiro smartphone da Xiaomi no Brasil

Paulo Higa Por

xiaomi-redmi-note-4g

A Xiaomi está cada vez mais próxima de entrar definitivamente no Brasil: depois de abrir um escritório em São Paulo, a chinesa teve seu primeiro smartphone homologado pela Anatel. Isso significa que a Xiaomi está autorizada a vender no país o Redmi Note 4G, um smartphone com tela de 5,5 polegadas para competir no mercado de gigantes acessíveis, hoje ocupado por Lumia 1320, Zenfone 6 e Xperia T2 Ultra.

O certificado de conformidade técnica mostra que o Redmi Note 4G é compatível com o 4G usado pelas operadoras brasileiras e deverá ser fornecido com um potente carregador de 2,0 A para encher a bateria de 3.200 mAh. O documento mostra apenas uma unidade fabril localizada na China, portanto, pelo menos no início, ele não deverá ganhar o benefício fiscal do governo para aparelhos com produção nacional.

manual-redmi-note

xiaomi-redmi-note-tb

O Redmi Note 4G tem processador quad-core Snapdragon 400 de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, 8 GB de armazenamento interno (com entrada para microSD de até 64 GB), câmera traseira de 13 MP e frontal de 5 MP. A tela de 5,5 polegadas possui painel IPS LCD e resolução de 1280×720 pixels. Ele vem com um Android bastante modificado, com a interface MIUI, bastante inspirada no iOS.

Ainda não sabemos quando a empresa começará a vender no Brasil, mas o vice-presidente da Xiaomi, o brasileiro Hugo Barra, disse em uma entrevista ao CNET que a previsão é entrar no país na primeira metade de 2015. A Xiaomi já iniciou sua expansão global, sempre com preços agressivos — o Redmi Note 4G foi recentemente lançado na Índia por 9.999 rúpias indianas, o equivalente a apenas R$ 424.

Com informações: Gizmodo BrasilPinguins Móveis.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Augusto Ferreira
isso não acontece com os smartphones samsung que são muito elgantes.
Rafael Augusto Ferreira
8gb de armazenamento??????? Cagou o smartphone
Rosana Alencar
Meu filho foi de intercambio e disse que esse Xiaomi não era lá essas coisas por lá não, que dava muito problema
bruno
É uma pena que era só para desviar a atenção do público para depois trazer um aparelho inferior
Marcelo Holanda Holanda de Far
R$ 424.00 REAIS AQUI NO BRASIL
Jessica Moura
Eu como usuária comum, achei o aparelho muito bom... Mas acho que esse 8gb vai ser pouco :/ O resto me pareceu excelente, gostaria de saber também como é atualização de android dele... alguém sabe se é rápida, ou demora séculos?
Eduardo o Guimaraens
Quando reproduz vídeo os botões virtuais somem
J. Paulo Laet
Em relação a tela eu concordo com você, sendo que na minha opinião os botões físicos deixam o aparelho com um péssimo design.
Filipe Alberto
Rapaz, eu não sou contra os botões físicos . Pois quanto maior a tela, maior o espaço ocupado pelos botões virtuais . Exemplo , o moto x que tem uma tela de 5.2 polegadas , mas o espaço real fica em torno de 4.9 ou 4.8 polegadas.
Diego F. Duarte
Penso com meus botoes: Só eu acho q estão gerando espectativas demais sobre a marca?
Eduardo Gabriel
OI DIEGO
J. Paulo Laet
Tá na hora da Xiaomi abandonar os botões fisicos
Alisson Melo
Usei uma vez a rom em uma antigo Sony que tinha e não achei nada parecido com o iOS, muito pelo contrário. É mais parecido com o estilo do sistema operacional Deepin Linux.
Keaton
upgrade uma vez por semana?!
João Vitor
Paulo , a bateria é de 3100 mah
Exibir mais comentários