Início » Negócios » 9 bancos que oferecem conta corrente digital e gratuita [sem taxas]

9 bancos que oferecem conta corrente digital e gratuita [sem taxas]

Diversos bancos não cobram mensalidade para conta corrente com cartão de débito ou crédito.
Veja quais oferecem transferências, saques, depósito por boleto e até investimentos de graça.

Por
03/05/2019 às 17h46

Em 2017, diversos bancos digitais ganharam popularidade depois que os bancos tradicionais extinguiram suas alternativas sem taxas. Nós já analisamos a NuConta e o Next, do Bradesco, mas existem várias outras alternativas.

Atualmente, é bem fácil evitar pagar taxas como manutenção da conta e de transferências, como TED e DOC — imagine o quanto você não pode economizar deixando de pagar essas tarifas. Veja algumas contas de bancos virtuais confiáveis que não cobram taxa de manutenção:

1. Banco Inter

Um dos mais populares — e antes chamado de Intermedium —, o Inter existe desde 1994, mas se modernizou bem para atender às demandas de bancos com contas digitais. A conta do Inter é não tem praticamente nenhuma tarifa e vem com um cartão de débito da MasterCard para compras e saque em caixas da rede 24 horas.

O legal é que você pode transferir o seu dinheiro para o Inter sem pagar taxas por meio do pagamento de um boleto. Você digita o valor no app, estipula o vencimento e pode pagar da forma que preferir.

O Inter também oferece alguns investimentos, como CDB, LCI e LCA, além de um cartão de crédito (mediante a análise) que não tem anuidade. O banco também faz recarga de celular, empréstimos e aceita depósito por cheque (digitalizado).

Além disso, há a Conta Digital PJ, para empresas, e a Conta Digital para MEI, ambas incluem até 100 TEDs e 100 boletos gratuitos por mês, e não cobram taxas. Baixe o app do Inter no Android ou iOS.

2. Agibank

Outra opção, mais próxima ao Banco Inter, é o Agibank, que tem uma conta corrente digital que dá acesso a empréstimos, seguros, consórcios e investimentos. A conta vem com um cartão de crédito e débito.

Não há tarifa de manutenção, mas saques, transferências, depósito por boleto e o cartão de crédito são isentos por um determinado tempo. Esses são os valores que entram em vigor a partir de junho:

  • saque nas redes 24h: 2 saques por mês (depois R$ 6,49 por saque);
  • transferências: 4 TEDs por mês (depois R$ 1,90 por TED);
  • boletos liquidados: 4 boletos por mês (depois R$ 2,99 por boleto);
  • cartão de crédito: mensalidade isenta no primeiro ano (depois R$ 12,99). Se você gastar 50% do limite no mês, ter fatura maior ou igual a R$ 500 e investir no mínimo R$ 5.000 com o Agibank, consegue manter a isenção.

O Agibank oferecia a modalidade de contas empresarias, inclusive para MEI, aparentemente o serviço deixou de ser oferecido, não sendo encontrado nem nas páginas de ajuda do banco. Baixe o app do Agibank para Android e iOS.

3. Nubank (NuConta)

Nós já fizemos uma análise bem completa da NuConta. Basicamente, ela é uma conta de pagamento que faz o seu saldo render a uma taxa bem próxima à da Selic. Como o próprio Nubank explica, “o dinheiro depositado fica separado do patrimônio do Nubank e só pode ser usado para aplicações em Títulos Públicos Federais”.

Você pode fazer transferências a partir da NuConta sem pagar nada, e também dá para pagar boletos de cobrança (sem IPVA ou IPTU, no entanto). E, claro, tem como pagar a fatura do seu cartão Nubank (e o app reconhece praticamente na hora).

Por enquanto, é só isso. Você não tem um cartão de débito, não consegue sacar dinheiro (só pelo crédito, mas há IOF) ou agendar transferências, por exemplo. No geral, a NuConta ainda está bem incompleta para ser sua conta principal, mas é uma boa segunda opção, até para reserva de emergência.

Análise: NuConta: como funciona, qual o rendimento, vale a pena?

A boa notícia é que não precisa ter um cartão Nubank para usar a NuConta. Você pode solicitar a sua nesta página e baixar o app do Nubank para Android ou iOS.

4. Modalmais

O Modalmais também é um banco sem taxas para manutenção e transferências. Entretanto é voltado a um perfil de investidores, com um catálogo de investimentos mais completo: Renda Fixa, Tesouro Direto, Fundos de Investimento, COE, Debêntures Incentivadas, Ações, mini-contratos BM&F e ofertas públicas IPO/OPA.

banco modalmais

Este pode não ser um banco online para todos tipos de pessoas, mas quem gosta de investir, pode ser uma boa escolha. O Modalmais inclui no plano gratuito o a plataforma para negociação Meta Trader 5. Veja os aplicativos para Android e iOS.

5. Banco Next

Nós já falamos dele neste post. Basicamente, o Next é um banco virtual subsidiado pelo Bradesco, mas que tenta atrair o público jovem e interessados em contas digitais. Recentemente, ele lançou uma conta corrente sem tarifas e passou a ficar bem mais interessante.

O plano básico do Next dá acesso a 1 TED/DOC por mês, saques ilimitados, cartão de crédito Visa Internacional sem anuidade (por enquanto) e assistência viagem. Além disso, ele tem recursos legais como o Flow, Vaquinha, Objetivo e Mimos.

Este último é mais interessante: só pelo fato de ter uma conta no Next, você consegue desconto de R$ 20 no Uber, 5% no Airbnb, 50% no Cinemark e em diversos outros serviços.

Para saber mais sobre o Next, leia a nossa análise completa e baixe o app do banco para Android ou iOS.

6. Banco Neon

Outro banco digital é o Neon, que oferece uma conta digital sem tarifas de abertura ou manutenção. As transferências para outras contas Neon são ilimitadas e há isenção da taxa na primeira transferência, depósito via boleto e saque na rede 24 horas. Depois disso os valores de cada transferência é de R$ 3,50, dos depósitos por boleto de R$ 2,90 e dos saques de R$ 6,90.

banco neon

Para ganhar isenção nas próximas transferências e depósitos por boleto, o banco tem a modalidade Neon+, que pode ser ativada após o cliente efetuar 10 compras na conta. O período de isenção é válido por 30 dias, renovando sempre que houver as 10 compras dentro do período de 30 dias.

Além de um cartão de crédito sem anuidade, o Neon também tem conta para pessoa jurídica (inclusive MEI) e funções de investimento: o programa Objetivos ajuda o cliente a juntar dinheiro, com parcelas programadas ou depósitos esporádicos; e investimento CDB que rende de 95% a 101% do CDI. Saiba mais sobre o banco online ou baixe o app para Android e iOS.

7. Superdigital

Subsidiado pelo Santander, o Superdigital pode ser um banco sem taxas, desde que o cliente gaste pelo menos R$ 500 no cartão pré-pago, que debita automaticamente da conta o valor gasto. O plano em si custa R$ 9,90, mas se não houver esse valor na conta, ele não será cobrado e o usuário não ficará no negativo.

banco superdigital

Dentro do plano estão inclusos uma transferência por mês, um saque e dois depósitos por boleto; depois disso as operações serão cobradas. O Superdigital também funciona nos aplicativos para Android e iOS.

8. Sofisa Direto

O Sofisa Direto tem uma conta digital totalmente gratuita, sem taxa de manutenção, saque ou TED/DOC. Ele oferece um cartão de crédito MasterCard que debita o valor direto da sua conta.

O Sofisa Direto oferece depósito por boleto, além das opções de TED e DOC.  Entretanto o saque é limitado a quatro operações por mês. O banco também disponibiliza pagamento e agendamento de boletos, além de ter uma seção de investimentos que é até atrativa, com CDBs que rendem 100% do CDI e têm liquidez diária.

Como o Sofisa Direto faz parte do Banco Sofisa S.A. (especializado em crédito para empresas de pequeno e médio porte), ele também faz empréstimos para os usuários. Baixe o app do Sofisa Direto para Android e iOS.

9. Pag!

O Pag! pertence ao Grupo Avista e oferece um cartão de crédito Mastercard sem anuidade e uma conta digital sem tarifas, para sempre. É possível fazer transferências para qualquer banco e realizar saques nas redes 24 horas sem custo nenhum.

É um dos mais simples e como tudo é gratuito eles permitem que o cliente pague o que acha que vale os serviços, mesmo assim, é possível usar tudo sem custo algum. Todo o gerenciamento do Pag! é feito pelo aplicativo para Android ou iOS.

banco pag!

E os bancos tradicionais?

É cada vez mais fácil encontrar bancos com contas digitais, inclusive nos nas tradicionais instituições financeiras do país, como o Banco do Brasil e a Caixa com a Conta Fácil, mas a movimentação é limitada a R$ 5 mil ou R$ 3 mil por mês e os saques (a partir do quinto) e transferências para outros bancos são pagos, então acaba não valendo a pena.

Antigamente o Banco do Brasil tinha a BB Conta Eletrônica, serviço isento de tarifas para qualquer transação pelos canais digitais. Não é possível abrir mais essa conta, em vez disso, o banco migrou para a Conta Fácil, mais limitada.

O Itaú oferecia a iConta: era uma categoria inteiramente gratuita e o cliente tinha transferências para qualquer banco e saques ilimitados, sem cobrança de tarifas. Entretanto não contava com a assistência de um gerente na agência. A modalidade também foi descontinuada.

O Bradesco oferecia a DigiConta, com os mesmos benefícios da iConta do Itaú e da BB Conta Eletrônica (tudo ilimitado e sem cobrança de taxas pela movimentação por meios eletrônicos), mas a instituição encerrou o serviço para investir em novas tecnologias (e aí chegou o Next).

Colaborou: Lucas Lima.

Você pode se interessar também

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.