Início » Telecomunicações » Como descobrir o IMEI de um celular [mesmo depois de roubado]

Como descobrir o IMEI de um celular [mesmo depois de roubado]

Dicas para quem teve o celular roubado ou furtado e quer bloquear o aparelho sem o número do IMEI

Jean Prado Por
TB Responde

Seu celular foi roubado e você precisa descobrir o IMEI para bloquear na operadora? É mais complicado de ter esse número se você não está mais com o aparelho, mas não é impossível: dá para procurar o código na caixa ou em algumas contas que você conectou ao aparelho. E, se não conseguir, também tem como bloquear o celular sem o IMEI.

Se você não sabe, o IMEI é o International Mobile Equipment Identity (ou Identificação Internacional de Equipamento Móvel, em tradução livre). Ele é um número identificador único e global, presente em aparelhos telefônicos (como celulares) e no Brasil é usado para bloquear o celular em caso de roubo ou furto.

Além disso, o IMEI também é responsável por descobrir se um celular é pirata ou bloqueado na Anatel, uma vez que a Agência Nacional de Telecomunicações passou a bloquear celulares piratas no Brasil.

Como descobrir o IMEI de um celular (mesmo depois de roubado)

Existem algumas pistas para descobrir o IMEI do seu celular que foi roubado ou perdido. Assim, você pode bloquear o IMEI do aparelho na operadora. Olha só:

Se você ainda tem a caixa do celular, o código IMEI fica próximo ao código de barras do aparelho. Ele é composto por quatro grupos de números, como 001970-01-010000-0. O IMEI também pode aparecer sem hífen, mas deve ter entre 15 e 16 dígitos.

Se você tem um iPhone, acesse appleid.apple.com e entre com o ID Apple que estava conectado no celular que foi roubado ou perdido. Em Dispositivos, clique no seu iPhone. O modelo, versão do sistema, número de série e também o IMEI devem aparecer.

Se você tem um Android, acesse o site Encontre meu dispositivo e faça login com a conta do Google que estava conectada no celular. Então, procure o celular na barra lateral e clique em (i). O IMEI do aparelho deve aparecer.

Se você tem um Galaxy, acesse o site Buscar telefone e faça login com a sua conta Samsung que estava conectada no celular. Então, procure o celular na barra lateral e clique nos três pontinhos. Depois, entre em Informações do IMEI e o código do aparelho deve aparecer.

Como bloquear um celular roubado sem o IMEI

Caso nenhuma das alternativas acima tenha dado certo, ainda há esperanças. Segundo a Anatelnão é mais necessário informar o número do IMEI para bloquear um celular roubado. Você precisa apenas informar o número do telefone e, caso ele tenha dois chips, fale o número das duas linhas.

Vale lembrar que, se você teve o celular roubado ou furtado, também é necessário fazer um boletim de ocorrência. Veja mais detalhes em celular roubado? Como bloquear o IMEI do aparelho na operadora. Depois, basta entrar em contato com a a operadora. Esses são os números de contato:

  • Claro: 1052
  • Oi: 1057 ou *144
  • TIM: 1056 ou *144
  • Vivo: 1058 ou *8486
  • Nextel: 1050 ou (11) 4004–6611
  • Porto Seguro Conecta: 10544 ou *333

Vale apontar que a operadora poderá solicitar seu documento de identidade, boletim de ocorrência e outras informações relevantes antes de efetuar o bloqueio.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mariano Luiz

Descubra onde o aparelho foi parar, use o https://brunoespiao.com.br/...

Luiz Otávio

Pra descobrir EMEI é so digitar na Aba que faz ligações *#06# que aparece na hora. Não precisa ligar pra operadora e perder tempo.

Fabio Santos

O que de fato fazer BO, já deveria ser feito o processo, quando entraram na minha casa do Brasil na vivo tive que abrir processo via Consumidor.gov.br para efetuar o bloqueio do imei, executado depois de dois meses brigando, aonde já deviam ter vendido usado os miliantes e quem compra no mercado negro, passou uns meses fui consultar liberado novamente, ou seja no Brasil sempre tem um jeitinho pra liberar imei o que me leva a crer que bloqueio não traz muita segurança, hoje o sistema sendo trabalho tipo iCloud aí sim vira peso de papel.