Hoje a Apple vai anunciar novos iPhones, e suas concorrentes estão reagindo de formas bem incomuns. A Samsung decidiu comentar planos futuros sobre smartphones dobráveis; enquanto a Qualcomm relembra o passado, dizendo que dispositivos Android sempre saem na frente ao adotar novas tecnologias.

É uma comparação bastante esforçada, com 20 itens na lista. De fato, o iPhone não foi o primeiro a ter câmeras duplas: o HTC One M8 e o LG G5 implementaram isso antes. Ele não será o primeiro a adotar reconhecimento facial, algo presente no Android puro desde 2011.

O iOS 11 enfim permitirá que desenvolvedores tenham acesso ao chip NFC, antes restrito apenas ao Apple Pay. E eu nem vou comentar a ausência de carregamento rápido.

Foto por Kārlis Dambrāns/Flickr

Outros pontos são meio questionáveis. O iPhone ainda não adotou o Bluetooth 5 porque a especificação só foi finalizada em dezembro. O Lenovo Phab Pro 2 foi o primeiro smartphone com câmeras para realidade aumentada, mas a abordagem da Apple — focar no software e difundir o ARKit para centenas de milhões de dispositivos — está sendo seguida pelo próprio Google com seu ARCore.

E duas das categorias são ocupadas por um “design de referência da Qualcomm”, em vez de um produto fabricado em massa. Isso inclui um leitor de digitais abaixo da tela; é algo que a Samsung tentou, sem sucesso, embutir no Galaxy S8.

O maior problema, no entanto, é que a lista da Qualcomm ignora o que todos deveriam saber há anos: o iPhone dificilmente é o primeiro a adotar novas tecnologias.

Isso aconteceu, por exemplo, com o leitor de digitais. O Motorola Atrix tinha isso em 2011, ainda que de forma menos prática (você deslizava o dedo em um sensor na traseira). A Apple comprou a empresa responsável por esse recurso, e o embutiu no iPhone 5S. Desde então, leitores de digitais se tornaram um requerimento básico em smartphones high-end; ganharam suporte nativo no Android; e chegaram a modelos intermediários.

A câmera dupla do iPhone 7 Plus também não foi pioneira. No entanto, vemos cada vez mais fabricantes adotando esse recurso desde então, como Samsung e Motorola. A resistência IP67 à água e poeira já existia antes nos smartphones, claro, mas sua presença se tornou mais exigida em dispositivos high-end depois de ser implementada pela Apple.

O iPhone ainda tem uma influência enorme no mercado de smartphones, não por adotar tecnologias primeiro — nem por necessariamente adotá-las melhor — mas por difundi-las melhor. Ele continua sendo um smartphone aspiracional, e segue vendendo centenas de milhões de unidades.

Mas imagino que isso não importe muito para a Qualcomm, cujo instinto de gritar “first!” falou mais alto. Ela anda bem irritada com a Apple; elas se envolveram em uma complexa disputa judicial sobre pagamento de royalties que não vai terminar tão cedo.

Com informações: Qualcomm, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel R. Pinheiro
Certeza, mano? O Lumia 920 foi considerado o primeiro a vir com essa tecnologia. Fora que a própria Nokia afirmou na época...
Maicon Bruisma
Só umas correções: como você mesmo cita o 808, não poderia deixar de falar que aparelhos como o Nokia N8 também possuíam OIS, apesar de mais rudimentar do que há hoje em dia. Sobre a gravação estéreo, não poderia concordar mais.
Daniel R. Pinheiro
Pros Apple faggots que amam citar as mantras como "quando a Apple coloca no iPhone é bem melhor", "integra mais", "é mais bem feito" e blá blá blá, eis uns fatos (e só irei citar aqueles realmente úteis e funcionais): - OIS (estabilizador óptico de imagem) // veio primeiro com o Lumia 920 em 2012, perfeitamente funcional, e que fazia a diferença na fotografia mobile. Outras marcas, como LG e Samsung colocaram depois. Apple só veio colocar a partir de 2014 (dois anos depois) e apenas na versão "Plus" de seus iPhones. - Fast Charging // aparelhos de 2014 já possuíam tal funcionalidade. E funcionam divinamente bem. E faz uma baita diferença. Você colocar um celular para carregar e com meia hora já tem cerca de 50% de carga a mais. A Apple já incorporou alguma tecnologia parecida? - Stereo recording // pra quem gosta de gravar aqueles vídeos em locais barulhentos ou um show, ou algo parecido, a Apple possui alguma tecnologia de supressão de ruído? Mas isso é muito complexo, que tal algo mais simples como gravação em stereo? O Nokia 808 Pureview já possuía sistema de gravação Rich Recording, (com qualidade de gravação e supressão de ruído) a mesma presente nos Lumias 920, 1020, 1520, 930. Estes últimos já simulam Dolby 5.1 (e realmente gravam o som direcional frente/trás). Quase todos os aparelhos no mercado, sejam de baixo, médio ou alto custo, possuem gravação em stereo. E é uma vergonha o iPhone só conseguir gravar mono. VERGONHA! Estamos em pleno 2017 e nenhum modelo até hoje faz isso (até onde eu sei). - Resistência a água/poeira // Inúmeros aparelhos já possuíam tal recurso de 2013/2014. Algo que a Apple só veio implementar cerca de 3 anos depois. E foi a mesma coisa. Nada de inovador. Agora imagina se fosse a Apple que tivesse vindo antes com essas tecnologias? O mundo desabava e o pessoal tava no outro dia beijando os pés do Tim Cook. Eu não vi nenhum alarde por parte da imprensa quando tais recursos foram anunciados na sua primeira vez...
Daniel R. Pinheiro
Você coloca "Bluetooth" e "nada integra com nada" no mesmo comentário com relação a Apple. Até que faz sentido...
Matheus
Perfeito o comentário, não adianta lançar tecnologia antes, se não funciona direito ou não integra com nada, só pra colocar nas especificações que possui.
Ricardo
Pelo que eu entendo, a Apple não adota de imediato novas tecnologias, como as ditas câmeras duplas, a nova versão do Bluethooth ou o NFC. E de certo modo, ela está certa, se não veríamos também iPhones modulares, tela curvada como LG G Curve.
GGPO????????? ???
PNCDF
Victor Serrão
Ok, então o iPhone normalmente não inova (!?)... A Apple então catalisa o que saiu do lado de lá do muro e gourmetiza. E sai falando que inventou a roda.
Lucas de Eiroz ™
O redator deixou de lado um fato que explica a atitude da Qualcomm: mentir em seus grandiosos eventos dizendo que está revolucionando os celulares e às vezes até que é a primeira a implementar tal tecnologia que já foi usada por várias outras empresas é um costume da maçã. A Apple sempre diz tais coisas, e os fãs da marca acreditam que é verdade. Por isso, as marcas atreladas ao Android acabam vendo a necessidade de dizer "first", antes que a Apple o faça. Não é questão de ignorar o fato de que a Apple transforma a tecnologia em mainstream.
Sckillfer
"De fato, o iPhone não foi o primeiro a ter câmeras duplas: o HTC One M8 e o LG G5 implementaram isso antes" Na verdade... LG implementou isso bem antes, acho engraçado a volta da câmera dupla agora, já que a LG lançou isso em 2011 (!!!!) com o Optimus 3D. Sim, a implementação era diferente, mas segue diferente hoje tb (uns com colorido+monocromático, outros com wide + normal, outros com normal + tele).
Marcus Araújo
Obrigado!
Roger Martins
Enquanto os caras acharem que a Apple so faz celular no Brasil, ninguem vai entender isso
Roger Martins
Legal, agora le o texto de novo
Roger Martins
Entao le de novo.
Anderson
Ótimo texto!
Exibir mais comentários