Negócios

Sobre

Posts sobre compras, vendas, aquisições e negociações empresariais. Também traz informações sobre resultados financeiros das companhias.

Nubank aumenta receita, mas registra prejuízo de R$ 122 milhões

Hoje às 12h45 por

Se você não possui um cartão de crédito Nubank, provavelmente conhece alguém que o tem. Pudera: a fintech tem quase um milhão de cartões ativos. Esse sucesso só não trouxe lucro. Somente em 2016, a companhia amargou prejuízo de R$ 122,3 milhões. Mas a própria faz questão de avisar que essa não é, necessariamente, uma notícia ruim. São as dores do crescimento, digamos assim. Em 2015, o prejuízo foi de R$ 32,7 milhões. Houve aumento de 273% em relação a esse período, portanto. Em balanço div

Uber quase foi expulso da App Store por violar regra de privacidade da Apple

Hoje às 12h19 por

A Apple ameaçou expulsar o Uber da App Store devido a uma violação dos termos de privacidade. O serviço de transporte encontrou uma forma proibida de identificar iPhones individualmente mesmo depois que o aplicativo era desinstalado — e criou uma gambiarra, chamada de cerca geográfica, para que os engenheiros da Apple não descobrissem o esquema. O caso aconteceu no início de 2015 e foi revelado neste domingo (23) pelo

SBT, Record e RedeTV planejam serviço de streaming próprio

Hoje às 09h52 por

A Simba, empresa formada pelas emissoras SBT, Record e RedeTV, planeja criar um serviço de streaming para concorrer com plataformas como Netflix e Globo Play, de acordo com o Estadão. O serviço, que terá conteúdo produzido pelos três canais, também deve oferecer séries e filmes de terceiros. A notícia chega no momento em que os canais estão

Uber usava software chamado “Hell” para espionar concorrente

13/04 às 13h01 por

"Hell" talvez seja uma ótima palavra para expressar a fase conturbada do Uber, mas não é: esse é o nome de um software interno que a companhia criou para espionar o seu principal rival nos Estados Unidos, o Lyft. Sim, estamos diante de mais uma polêmica envolvendo a empresa que, até pouco tempo atrás, era sinônimo de disrupção. A revelação foi feita pelo The Information, que afirma que o sistema funcionou de 2014 até o início de 2016. Hell é um cod

A Fitbit está com problemas para criar seu próprio smartwatch

13/04 às 10h05 por

A Fitbit comprou empresas importantes do segmento de wearables, como Pebble e Vector, para criar um smartwatch capaz de concorrer com o Apple Watch. Mas parece que a fabricante enfrenta alguns obstáculos no desenvolvimento do relógio: os engenheiros não estão conseguindo torná-lo à prova d’água, o design interno precisou ser revisto no meio do projeto e uma parte do software não estará pronta a tempo.

Amazon começa a vender livros usados no Brasil

12/04 às 10h55 por

A Amazon lançou nesta quarta-feira (12) seu serviço de marketplace no Brasil, permitindo que outras pessoas físicas e jurídicas comercializem livros dentro da loja. Na prática, a novidade também abre caminho para que a Amazon venda livros usados e exemplares raros ou esgotados por meio de sebos, editoras e outros parceiros. Segundo a Amazon, a oferta de livros está aumentando de 150 mil para 250 mil obras e

Qualcomm revida e leva Apple aos tribunais

11/04 às 12h47 por

O processo judicial que a Apple abriu em janeiro acusando a Qualcomm de cobrar valores abusivos por royalties já indicava que as duas companhias passariam os meses seguintes "saindo no tapa". E assim está sendo: agora, a Qualcomm acusa a Apple de capar propositalmente os chips destinados ao iPhone 7 para favorecer a Intel.

Assinantes do Spotify Premium terão acesso a alguns álbuns antes das contas gratuitas

04/04 às 16h12 por

Um rumor antigo foi confirmado nesta terça-feira (4): o Spotify anunciou que vai tornar determinados lançamentos de álbuns restritos aos assinantes do plano Premium por um período de tempo. A notícia vem junto com o fechamento de uma parceria com a gravadora Universal, que terá acesso a mais dados de usuários do serviço de streaming. A Universal, que detém os direitos de artistas como Taylor Swift, Katy Perry, Madonna, U2, The Who, Queen e 

Apple decide criar GPU própria para iPhones (ou: a parte ruim de ter um cliente grande demais)

03/04 às 14h07 por

Eis um ponto negativo de ter um cliente grande demais: se você perdê-lo, suas receitas vão despencar e sua crise financeira deve piorar. É o que está acontecendo com a Imagination Technologies, que desenvolve os chips gráficos dos iPhones e iPads. A Apple decidiu que vai criar sua própria GPU — o que fez as ações da empresa parceira caírem 70% nesta segunda-feira (3).A Imagination é uma empresa britânica mais conhecida por desenvolver as GPUs PowerVR, que estão nos processadores da Apple e, até um tempo atrás, nos chips Intel Atom para smartphones. O problema é que 

Qatar Airways oferece laptops emprestados para driblar proibição dos EUA

03/04 às 13h46 por

Há duas semanas, o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS) proibiu eletrônicos maiores que um smartphone na bagagem de mão para voos chegando de determinados países do Oriente Médio. Ou seja, leitores de ebooks, câmeras e principalmente notebooks precisam ser despachados porque o DHS entende que eles podem ser modificados para explodirem durante o voo. No entanto, a Qatar Airways, companhia aérea estatal do Qatar, achou um jeito de conquistar os clientes com a proibição: passa

Por que grandes empresas estão deixando de mostrar anúncios no YouTube

27/03 às 16h08 por

Embora o Google tente variar suas fontes de receita, a publicidade online continua sendo, de longe, a principal mina de dinheiro da companhia. Mas a hegemonia desse sistema foi seriamente abalada: nos últimos dias, mais de 250 grandes marcas deixaram de veicular anúncios no YouTube, um dos principais canais de anúncios do Google. Tudo porque nenhuma delas quer ter a sua imagem associada a vídeos extremistas. O boicote Tudo começou depois que o jornal britânico

Escândalos fazem presidente do Uber pedir demissão

20/03 às 10h21 por

As polêmicas dos últimos meses têm feito vários nomes de peso dentro do Uber deixarem a companhia. O desligamento mais recente aconteceu no domingo (19): depois de seis meses no cargo, Jeff Jones não é mais presidente da empresa. O até então número dois do Uber — Jones se reportava apenas ao CEO Travis Kalanick — assumiu a função em setembro de 2016 trazendo consigo a experiência acumulada como líder de marketing da Target, uma das redes varejistas mais conhecidas dos Estados Unidos.

Carregar mais posts