WhatsApp em 2021: os recursos já lançados e as novidades que estão por vir

Acesso em até quatro dispositivos diferentes, fotos que se autodestroem e mais; conheça as novidades do WhatsApp em 2021

Bruno Gall De Blasi
Por

WhatsApp implementou diversas novidades nos últimos meses. Além do acesso de uma conta em até quatro dispositivos, a equipe do mensageiro anunciou uma ferramenta para migrar o histórico de conversas entre sistemas operacionais, fotos e vídeos que se autodestroem e mais. Veja, a seguir, todos os recursos que já foram lançados em 2021 e aqueles que ainda serão levados ao aplicativo no futuro.

WhatsApp em 2021: os recursos já lançados e as novidades que estão por vir (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
WhatsApp em 2021: os recursos já lançados e as novidades que estão por vir (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Uso da mesma conta em até quatro dispositivos

Diferentemente do Telegram, é preciso manter o celular ligado para utilizar o WhatsApp em um computador. Mas isto começou a mudar em julho, quando o mensageiro anunciou a possibilidade acessar uma conta em até quatro dispositivos diferentes. E tudo isso sem abrir mão da criptografia de ponta a ponta.

A função permite que o usuário troque mensagens pelo notebook sem ter o smartphone por perto, por exemplo. Além disso, os responsáveis pela plataforma informaram que o histórico de mensagens será sincronizado entre todos os aparelhos conectados. O recurso começou a ser liberado em novembro.

A equipe do mensageiro também está trabalhando em uma nova versão à arquitetura multiplataforma. A expectativa é de que, com a atualização, os usuários consigam usar a conta em mais de um celular. A melhoria também deve expandir o acesso à plataforma através de um iPad quando o app para tablets da Apple estiver disponível.

WhatsApp em múltiplos dispositivos (Imagem: Divulgação)
WhatsApp em múltiplos dispositivos (Imagem: Divulgação)

Migração de histórico de conversas entre sistemas

O aplicativo de mensagens ainda anunciou, em agosto, um recurso para migrar o histórico de conversas entre sistemas operacionais. Isto significa que, através do novo recurso, será possível levar as informações de um celular Android para um iPhone ou de um iPhone para Android. Além das mensagens, a ferramenta ainda transfere mídias, como imagens e mensagens de voz, ao novo smartphone.

O recurso foi liberado para levar as informações a celulares Samsung Galaxy (Android) em setembro e, depois, para o Google Pixel e celulares com Android 12 em outubro. Pouco depois, rastros da ferramenta para levar o histórico de conversas do Android para iPhone foram encontrados na versão beta do app para o sistema do Google. Mas ainda não se sabe quando a função chegará em mais celulares.

Migração de backup (Imagem: Divulgação)
Migração de backup (Imagem: Divulgação)

Fotos e vídeos que se autodestroem

O WhatsApp ficou mais próximo do Snapchat e do Instagram. Em agosto, a equipe do mensageiro oficializou um recurso que permite enviar fotos e vídeos com uma espécie de “prazo de validade”. No anúncio, o mensageiro informou que a função oferece “uma camada adicional de privacidade e controle” às mídias.

O recurso permite que o arquivo seja visualizado somente uma única vez. Assim como no Instagram Direct, ao tocar sobre uma imagem recebida, por exemplo, a mídia vai expirar logo em seguida. Para visualizá-la novamente, é preciso reenviá-la.

Em dezembro, o WhatsApp Beta também lançou novas opções para mensagens que se autodestroem. Também é possível configurar o prazo de expiração para 24 horas e 90 dias, além de sete dias. Os usuários ainda conseguem escolher um período padrão para novas conversas com a função habilitada.

Fotos temporárias no Android e iOS (Imagem: Divulgação)
Fotos temporárias no Android e iOS (Imagem: Divulgação)

Backups na nuvem com senha

O mensageiro possui criptografia de ponta a ponta para proteger as conversas que acontecem na plataforma. Ainda assim, os backups guardados no Google Drive, pelo app para Android, e no iCloud, pelo app para iPhone (iOS), não contam com uma camada extra de proteção. Mas este problema foi solucionado em outubro.

A função para proteger as cópias de segurança foi anunciada oficialmente pelo WhatsApp em agosto. Funciona assim: ao guardar um backup no Google Drive, por exemplo, o usuário pode escolher uma senha para criptografar seus arquivos. Em seguida, as informações só poderão ser acessadas com a credencial cadastrada.

Os responsáveis pelo app também estão trabalhando em novas configurações que permitem administrar o tamanho das cópias de segurança. Através delas, os usuários podem escolher se o arquivo vai incluir mídias como fotos, vídeos, documentos e afins. O recurso, vale lembrar, ainda não está disponível aos usuários.

WhatsApp ganha backup criptografado de ponta a ponta na nuvem (Imagem: Divulgação/WhatsApp)
WhatsApp ganha backup criptografado de ponta a ponta na nuvem (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

WhatsApp Pagamentos

O WhatsApp Pagamento foi oficialmente anunciado em junho de 2020 e suspenso no Brasil pelo Banco Central (BC) dias depois. A plataforma, no entanto, voltou a funcionar no país em maio de 2021 após ser aprovado pelo BC em março.

A plataforma permite que os usuários realizem pagamentos pelo aplicativo de mensagens. Para isto, é preciso cadastrar um cartão de um banco ou instituição financeira que seja parceira do serviço. É o caso do Itaú (Mastercard), Nubank (Mastercard), Banco do Brasil (Visa), Bradesco (Visa), entre outros.

A plataforma do mensageiro ainda começou a oferecer cashback aos usuários da Índia em novembro. Além disso, em dezembro, a Meta anunciou um projeto piloto nos Estados Unidos para integrar a carteira Novi ao app de mensagens.

O Pix também pode ser integrado ao mensageiro, segundo o Banco Central.

WhatsApp Pagamentos (Imagem: Divulgação)
WhatsApp Pagamentos (Imagem: Divulgação)

Conversas arquivadas para sempre

Organizar a lista de conversas nem sempre é uma tarefa simples. Mas a plataforma recebeu, em julho, uma opção que permite arquivar os chats para sempre, o que pode ajudar a dar uma “ordem na casa”. Assim, mesmo que uma nova mensagem chegue, a conversa permanecerá oculta e não será levada para a tela inicial do app.

O recurso pode ser ativado ou desativado sempre que usuário para desejar. Já o acesso às conversas escondidas acontece na própria tela de início do app, na opção “Arquivadas”. Também é possível arquivar e desarquivar a qualquer momento.

Mensageiro no iPhone (Imagem: Dimitri Karastelev/Unsplash)
Mensageiro no iPhone (Imagem: Dimitri Karastelev/Unsplash)

Botão para acelerar a velocidade dos áudios

Em maio, os usuários do app receberam um botão para acelerar a velocidade dos áudios. Ao pressioná-lo, é possível reproduzir a mensagem de voz em menos tempo, o que pode ser útil para quando se recebe um áudio com mais de dois minutos, por exemplo. O recurso já está disponível para Android e iPhone (iOS).

O mensageiro também está preparou mais melhorias para as mensagens de voz. É o caso da função para revisar os áudios antes de serem enviados, que já está disponível para Android e iPhone (iOS) desde dezembro. Os responsáveis pelo app também colocaram no forno uma ferramenta para transcrever as mensagens de voz.

Outra melhoria para ouvir áudios está a caminho. Assim como no Telegram, o WhatsApp deve permitir que os usuários mantenham a reprodução de uma mensagem de voz mesmo se fechar a conversa para abrir outro chat, ver o histórico de ligações, entre outras opções do app. O incremento, porém, ainda não está disponível aos usuários.

Botão para acelerar áudio (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)
Botão para acelerar áudio (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)

Ingresso em chamadas em andamento

As chamadas de voz e vídeo do WhatsApp ganharam um baita reforço em julho. O mensageiro passou a permitir que convidados participem de uma conversa em grupo em andamento, mesmo que não atendam a ligação no começo. O recurso já está disponível tanto em celulares Android quanto no iPhone (iOS) e chegou para conversas em grupo em outubro.

A interface das ligações também recebeu melhorias. Assim como no FaceTime, o aplicativo mostra uma aba com os botões para desligar, mudar a imagem de lado e ativar ou desativar o microfone e câmera. Também é possível arrastar a janela para cima para saber quem está participando da chamada.

Chamadas em grupo (Imagem: Divulgação)
Chamadas em grupo (Imagem: Divulgação)

Chamadas pelo computador e mais

As melhorias também desembarcaram no WhatsApp Web. Em março, o mensageiro passou a permitir as chamadas de voz e vídeo pelo computador. Outra novidade se concentrou no uso da biometria para acessar a versão web da plataforma em um novo dispositivo ou navegador

O aplicativo do mensageiro para desktop ainda recebeu opções para editar imagens. Assim como no celular, agora é possível adicionar emojis, stickers, texto e mais em fotos enviadas pela plataforma. Outra novidade é a ferramenta para criar figurinhas pelo WhatsApp Web.

Chamadas de voz e vídeo no desktop (Imagem: Divulgação)
Chamadas de voz e vídeo no desktop (Imagem: Divulgação)

Novidades do WhatsApp Business

A equipe do mensageiro também apresentou algumas novidades para o WhatsApp Business. Em abril, a versão comercial do app de mensagens recebeu uma atualização com um recurso para ocultar produtos em falta. A versão do aplicativo também ganhou uma opção para gerenciar o catálogo de produtos pelo computador. Mais tarde, em outubro, a plataforma ganhou coleções para facilitar a organização dos itens.

Em junho, o Facebook ainda revelou novos tipos de mensagens para o Business. Além disso, o aplicativo reduziu o tempo necessário para utilizar a API e ampliou o acesso ao recurso. “Isso pode gerar conversas mais significativas que aumentam a satisfação do cliente e aumentam as vendas”, destacaram.

O mensageiro também está preparando um diretório local de negócios. Assim como as “Páginas Amarelas”, recurso mostra uma lista de lojas, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais nas proximidades do usuário. A novidade já está em testes em São Paulo (SP) e está sendo expandido para mais empresas e locais.

WhatsApp Business (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)
WhatsApp Business (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

Vídeos silenciados e importação de figurinhas animadas

O mensageiro incrementou algumas funções do app. É o caso da ferramenta para enviar vídeos, que agora conta com um botão para silenciá-los antes de serem enviados no Android e no iPhone. As demais novidades ficam pela importação de figurinhas animadas, o aumento de espaço para imagens e a pré-visualização de links no chat

Outra alteração que saiu do forno é a configuração para escolher a qualidade das imagens enviadas. Através dela, é possível definir o nível de compressão de uma foto caso queira poupar dados ou enviá-la com mais detalhes, por exemplo. O mensageiro também terá uma função para converter imagens em figurinhas.

Também há melhorias no “visto por último”. O WhatsApp Beta começou a receber uma nova configuração para ocultar a informação somente para algumas pessoas em novembro. Mais tarde, em dezembro, os responsáveis pelo app mudaram a função para que ela seja exibida apenas para contatos por padrão. O mensageiro ainda está preparando novos apps para Mac e Windows, além de mudanças na ferramenta para apagar mensagens para todos.

O mensageiro, no entanto, deixou de suportar o iOS 9 e, consequentemente, o iPhone 4S, em março. Em novembro, o WhatsApp também deixou de ser compatível com o Android 4.0.4 e as demais versões mais antigas.

Tela de seleção de figurinhas (Imagem: Reprodução)
Tela de seleção de figurinhas (Imagem: Reprodução)

O que está por vir?

O WhatsApp também está trabalhando em outros recursos que ainda não estão disponíveis para uso ou não chegaram a todos. É o caso da opção para fazer login via chamada que não precisará ser atendida. Em abril, um desenvolvedor também encontrou pistas sobre uma integração entre o mensageiro e o Facebook Messenger. Outra novidade aguardada é a opção para alterar as configurações do “visto por último” no WhatsApp Web.

Outra mudança está relacionada à nova política de privacidade do mensageiro. Após a polêmica que teve início em janeiro, a expectativa é de que o aplicativo de mensagens receba uma atualização que torna as regras opcionais, com exceção do WhatsApp Business. Os termos também serão alterados no Brasil após a solicitação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e do Ministério Público Federal (MPF).

O aplicativo para iPad é outra novidade aguardada. No fim de agosto, o WABetaInfo revelou que o app para o tablet da Apple, que utilizará a nova arquitetura de múltiplos dispositivos, já está em desenvolvimento. A equipe do WhatsApp também está trabalhando em reações a mensagens como no Facebook e Instagram.

Por fim, o XDA-Developers encontrou rastros de um recurso conhecido como “Comunidades”, que será utilizado para melhorar a organização de grupos. O mensageiro também vai ganhar um botão para pausar a gravação de mensagens de voz no futuro.

Acompanhe o Tecnoblog diariamente para não perder nenhuma novidade sobre o WhatsApp.

Publicada originalmente em 19 de agosto de 2021. Atualizado em 31 de dezembro de 2021 às 11h40.

Relacionados

Relacionados